REFORMA TRABALHISTA

09/11/2017 13h35

Wadson Ribeiro: Reforma trabalhista leva o Brasil ao século 19

Entra em vigor no próximo sábado (11) a reforma trabalhista elaborada pelo governo Temer e aprovada pelo Congresso. Trata-se de um dos maiores retrocessos civilizatórios já implementados no país.

Por Wadson Ribeiro*

09/11/2017 11h24

CUT/Vox: 81% dos trabalhadores rejeitam reforma trabalhista

Pesquisa CUT-VOX Populi divulgada nesta quinta-feira (9) confirma a rejeição dos brasileiros com a reforma trabalhista do governo Temer, que já foi sancionada e cujas regras entram em vigor no próximo sábado, dia 11.

08/11/2017 14h53

Bancários da Bahia vão paralisar no dia 10 contra reforma trabalhista

Diante do ataque agressivo do governo Temer aos trabalhadores, com retirada de direitos e retrocessos sem precedentes, os bancários se unem a outras categorias e participam do Dia Nacional de Mobilização, nesta sexta-feira (10). Os trabalhadores vão paralisar as agências pelo menos até às 12h. A decisão foi tomada em assembleia, na noite desta segunda-feira (06/11), no Sindicato dos Bancários da Bahia (Seeb-BA)

07/11/2017 18h30

Dia 10: Ato nacional contra reforma trabalhista mobiliza trabalhadores

Metalúrgicos, bancários, petroleiros, trabalhadores do serviço público, trabalhadores aposentados, professores, químicos, eletricitários, trabalhadores da construção civil e frentistas são algumas das categorias mobilizadas para os protestos organizados pela classe trabalhadora para a próxima sexta-feira (10) em todo o Brasil. 
 
Por Railídia Carvalho

07/11/2017 15h01

Magistrados não se calam diante de desmonte trabalhista

O principal enfrentamento à “reforma” trabalhista deve se dar na esfera política, por sindicatos e partidos identificados com a causa obreira mobilizados contra quaisquer retrocessos sociais. Por outro lado, o mundo jurídico do trabalho deve declarar que as mudanças promovidas pelos partidos de orientação empresarial não passam pelo crivo do Direito do Trabalho. Elas não se sustentam frente à Constituição de 1988.

Por Hugo Cavalcanti Melo Filho e Grijalbo Fernandes Coutinho*

07/11/2017 11h42

Reforma Trabalhista: Trabalhador terá que pagar se perder na Justiça

A reforma trabalhista, que passa a vigorar a partir do dia 11 de novembro, traz mudanças drásticas para os trabalhadores e trabalhadoras brasileiros. A nova legislação ataca direitos como férias, jornada, horário de almoço, proteção em locais insalubres. Mas o que poucos sabem é que a nova legislação também impõe mudanças nas regras de processos judiciais extremamente prejudiciais aos trabalhadores.

06/11/2017 17h35

Adilson Araújo: Declarações de presidente do TST afrontam trabalhador

A Central Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) considera as declarações do presidente do TST (Tribunal Superior do Trabalho), o ministro Ives Gandra, publicada nesta segunda-feira (6), no jornal Folha de São Paulo, uma afronta à trajetória de luta da classe trabalhadora pela conquista, ampliação dos direitos e proteção social.

Por Adilson Araújo*

06/11/2017 17h25

Anamatra: Presidente do TST, Ives Gandra, não fala pela magistratura

Ao defender corte de direitos como medida para manter empregos, o presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Ives Gandra Filho, fala em nome próprio, sem representar o pensamento da magistratura, diz a vice-presidenta da Anamatra (associação dos magistrados do Trabalho), Noemia Porto.

06/11/2017 17h05

Presidente do TST: É preciso cortar direitos para criar empregos

Ives Gandra Martins Filho, presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ganhou destaque na mídia no ano passado ao dar decisão contrária à divulgação da lista do trabalho escravo. Ele também deu declarações públicas de apoio ao ajuste fiscal (a PEC do fim do mundo, atual EC 95) e à reforma trabalhista.

06/11/2017 12h07

Ataque aos trabalhadores: Conheça alguns pontos da reforma trabalhista

A Lei 13.467/17, da reforma trabalhista, entra em vigor no próximo dia 11 de novembro e o consultor jurídico da Contee, José Geraldo de Santana Oliveira, respondeu a mais de 30 questões e dúvidas sobre as mudanças na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), os principais ataques aos direitos dos trabalhadores e como podemos resistir e fortalecer nossa luta. 

Por José Geraldo de Santana Oliveira*