50 anos sem Che

10/10/2017 10h42

Meio século depois, Cuba presta homenagem a Che Guevara

Milhares de moradores de Villa Clara, Cuba, prestaram homenagem a Che Guevara e a seus companheiros de guerrilha na Bolívia, neste domingo (8), dia que o guerrilheiro foi capturado, há 50 anos. Durante o ato político, a população cubana reafirmou o compromisso das novas gerações com seu legado.

09/10/2017 13h40

Evo Morales refaz caminho trilhado por Che Guevara na Bolívia

O presidente da Bolívia, Evo Morales, refez o caminho que o guerrilheiro argentino, Ernesto Che Guevara, percorreu no interior do país antes de sua captura e morte, em 1967. A marcha partiu neste domingo (8) da cidade de Vallegrande, a 1.200 km de La Paz.

09/10/2017 11h18

50 anos sem Che: um olhar sobre a América Latina

“Mais uma vez sinto sob os calcanhares
as costelas de Rocinante”
(Guevara, 1965)

A epígrafe acima provém da carta enviada por Che a seus pais no ano de 1965, quando despedia-se de Cuba para lançar-se em mais uma jornada revolucionária do continente latino-americano.

Por Mateus Fiorentini*

09/10/2017 9h11

O pensamento vivo de Che meio século depois de sua imortalidade

Alguna gente se muere
Para volver a nacer
Y el que tenga alguna duda
Que se lo pregunte al Che

(Atahualpa Yupanqui)

Há cinquenta anos, em um 9 de outubro como esta segunda-feira, às 13h10, um ranger boliviano sob ordens do governo dos Estados Unidos executou a sangue frio Ernesto Guevara de La Serna, o Che.

Por Alexandre Ganan de Brites Figueiredo*

06/10/2017 18h37

Che, (apenas) um rapaz latino-americano

Diferente dos versos da canção de Belchior, sobre o “rapaz latino-americano sem dinheiro no banco, sem parentes importantes e vindo do interior”, Che pertencia à uma família de posses e circulou nos ambientes aristocráticos da Argentina. No entanto, escolheu “descer degraus” de sua classe social para conhecer a realidade da América Latina e mais que isso, transformá-la.

Por Mariana Serafini

06/10/2017 18h10

Che, o ícone que vai de pensador a revolucionário 

Che, fotografo, escritor e guerrilheiro, deixou para trás não só vontade de lutar por um mundo mais justo e por uma identidade latino-americana, mas também inúmeras reflexões sobre o marxismo e a economia. Permanece sendo um ícone, apesar da apropriação de sua imagem pelo mercado; sendo assim, não poderia ter recebido menos do que inúmeras homenagens 

Por Alessandra Monterastelli *

06/10/2017 15h52

De Sierra Maestra às telas: o caminho de um guerrilheiro

Desde sua viagem de descoberta de ideais e formação de caráter até sua luta como guerrilheiro ao lado de Fidel Castro por uma Cuba socialista, a trajetória de Guevara torna-se impressionante e digna de conquistar as telas de cinema. E assim o fez. O Portal Vermelho traz a seguir alguns dos principais filmes e documentários que mostram a trajetória e a vida do andarilho revolucionário

Por Alessandra Monterastelli *

06/10/2017 15h42

O personagem da foto mais reproduzida do mundo também foi fotógrafo

A icônica foto de Che Guevara com sua boina inseparável olhando fixamente o horizonte é a imagem mais reproduzida do mundo. O segundo congelado pelo fotógrafo Alberto Korda estampa cartazes, canecas, camisetas, bolsas ecológicas de todo o mundo. O que nem todo mundo sabe, no entanto, é que este guerrilheiro foi também fotógrafo! Além de jornalista, escritor e claro, político.

06/10/2017 12h45

A herança de Che Guevara 

As ideias de Ernesto estão presentes dos piqueteros argentinos aos operários bolivianos, dos índios mapuches do Chile aos maias da Guatemala

Por Michael Löwy *

06/10/2017 11h33

A paixão de Che Guevara pela literatura

Che apoiou-se nos livros para aprimorar seu senso ético e sua conduta. Sua vida foi marcada pela tensão entre o ato de ler e a ação política; entre a leitura e a vida prática; entre a figura sedentária do leitor e a imagem do guerrilheiro que avança.

Por Tiago Nery*

Páginas:     1