4 de março de 2013 - 17h13

Eleições em 2013 mexem as peças no tabuleiro político em SC


No último domingo, dia 3 de março de 2013, catarinenses de 04 municípios compareceram às urnas novamente para escolherem seus prefeitos. As eleições de 2012 em Balneário Rincão, Campo Erê, Criciúma e Tangará foram canceladas pela Justiça Eleitoral e remarcadas para 2013.


 
A votação que pode possibilitar uma alteração no jogo de xadrez político em Santa Catarina vem do sul do estado: Balneário Rincão e Criciúma.

Em Baln. Rincão, o petista Décio Góes venceu o PMDB por duas vezes, a primeira no ano passado (2012), em que venceu por uma diferença de 51 votos. E a segunda esse ano, quando ampliou a diferença pra mais de 300 votos.

Em Criciúma, o prefeito em 2012, Clésio Salvaro (PSDB), buscava a reeleição, e em outubro foi vitorioso, mas a Justiça Eleitoral invalidou a vitória e remarcou a eleição para 2013. O empresário Márcio Búrigo (PP), em outubro de 2012, era vice de chapa de Salvaro, e na nova eleição acabou se tornando o candidato a prefeito. Búrigo venceu Ronaldo Benedet (PMDB), por 76.748 votos a 12.629.

Segundo o jornalista Moacir Pereira, em seu blog no dia de hoje (04 de março) “O PMDB é o maior prejudicado. Disputou em três municípios e foi derrotado em todos eles: Criciúma, Balneário Rincão e Tangará.”

Essas eleições reviram as peças no tabuleiro, pois o vice-governador, Pinho Moreira (PMDB), perdeu uma disputa importante em sua base eleitoral, um resultado que fortalece Salvaro no sul do estado. Isso significa que o PSDB se fortalece pra uma possível disputa, caso queira entrar.
O ano está apenas começando e cada movimento das peças no tabuleiro são baseados em perspectiva a 2014. Ou seja, onde muita água tem pra correr, muito ainda pode acontecer.
Vermelho/SC

Últimas Mais

can't open file