3 de abril de 2013 - 12h50

Mata Norte inicia circuito do Festival PE Nação Cultural 2013

O circuito de festivais Pernambuco Nação Cultural dá sua largada em 2013 pela Mata Norte de Pernambuco. Celeiro das principais manifestações da cultura popular, a região sediará, de 2 a 7 de abril, encontros de diversos mestres de maracatu, ciranda, mamulengo, cavalo-marinho, entre outros brinquedos populares. Baseado no conceito da regionalização e da descentralização, o festival ocupa a Mata Norte, com ações em todos os seus municípios.



Além de Goiana (66,8 km do Recife), onde haverá palco de shows regionais, o FPNC se estenderá também por Tracunhaém (onde acontece um encontro de bandas de garagem), Paudalho (com um palco de música popular), e com mais dezenas de ações culturais e de formação nas cidades de Camutanga, Ferreiros, Itambé, Timbaúba, Macaparana, Condado, Aliança, Vicência, Buenos Aires, Itaquitinga, Nazaré da Mata, Lagoa do Carro, Carpina, Paudalho, Lagoa de Itaenga, Chã de Alegria e Glória do Goitá. Em Aliança e Buenos Aires acontece encontro de bandas Filarmônicas.

Música - Todos os segmentos artísticos culturais estarão representados no festival. Na área da música, os shows de palco acontecem em Goiana, Nova Goiana (distrito) e Tracunhaém. Na sexta (5) tocam em Goiana as bandas Italo Pay e Zabumba Mundi, Baile da Rabeca (Maciel Salu e convidados), Nando Cordel e Reginaldo Rossi. No sábado (6), tocam Lucas Torres, Zé Manoel, Silvério Pessoa e Mundo Livre S/A. No polo de Nova Goiana, bairro próximo ao centro da cidade, as batidas do coco, do forró e da ciranda dão o clima da noite, com apresentação de grupos como Selma do Coco, João Limoeiro, Coco Popular de Aliança e Coco de Pareia.

Literatura - Na literatura, as cidades de Nazaré da Mata e Chã de Alegria, distantes 44km e 58km respectivamente de Goiana, são o endereço principal. No dia 5 de abril, Nazaré da Mata sedia o Encontro de Escritores e Leitores, o projeto Escambo de Livros e um curso de literatura brasileira. Em Chã de Alegria, a população conhecerá os já consagrados projetos da coordenadoria de Literatura da Secult-PE, intitulados A gente da Palavra e Livros Livres.

Audiovisual – O projeto Cinema na Estrada, presente em todas as edições do FPNC, consiste em exibições de filmes nacionais que comumente não estão nas telas dos cinemas comerciais, em cidades que também não possuem salas de exibição. Realizados através de grandes telões em praça pública, são sempre um sucesso de público. Nesta edição da Mata Norte, o projeto passará pelas cidades de Goiana, Lagoa do Carro, Condado, Itaquitinga, Ferreiros, Aliança e Timbaúba. Serão exibidos os filmes Maracatu Atômico Kaosnavial, de Marcelo Pedroso e Afonso Oliveira, Até o Sol Raiá, de Leanndro Amorim e Fernando Jorge, Curica, de Hanna Godoy, Dia Estrelado, de Nara Normande, Poeta Urbano, de Antônio Carrilho e Garotas da Moda, de Tuca Siqueira.

Cênicas – Espetáculos de dança, teatro adulto, infantil e circo acontecem de terça (2) a sábado(6) no Cine Teatro Polytheama. Em Lagoa do Carro, uma apresentação de circo de rua acontece durante a Feira Livre da cidade. E em Nazaré da Mata, a apresentação de dança será no Engenho Santa Fé.

Preservação de Patrimônio
– De terça (2) a quinta (4) a Diretoria de Preservação Cultural da Fundarpe empreende série de projetos, entre eles, os Postais da Memória, a Caminhada do Patrimônio e os Jogos do Patrimônio.

Cultura popular – A maior riqueza da Mata Norte está na expressão dos seus maracatus, cirandeiros, cavalos-marinhos e cocos. Não é à toa que a maior parte da programação deste festival acontece no terreiro dos seus principais mestres. É preciso fazer o roteiro e seguir a trilha das matas para encontrar a verdadeira diversão. Em Itaquitinga (Terreiro do Cambinda Estrela), Condado (Terreiro do Cavalo Marinho estrela Brilhante) e Glória do Goita (terreiro do Mestre Bibi) diversos grupos de cavalo-marinho se encontram, na sexta, sábado e domingo, entre 16h e 20hs.

As sambadas de maracatu de baque solto acontecem todas no sábado (6). É preciso escolher o itinerário. Tem sambada em Nazaré (Parque dos Lanceiros), em Aliança (Terreiro do Maracatu Leãozinho de Aliança), Itaquitinga (Cambinda Estrela), Glória do Goitá (No Engenho São Thomé e no Maracatu Camelo da Vila), Tracunhaém (sede do maracatu Leão Misterioso), Buenos Aires (no maracatu Estrela Dourada), Lagoa do Carro (no quilombo Barro Preto e no maracatu Leão Dourado), e Lagoa de Itaenga (no terreiro do maracatu Cambinda Nova).

Em Ferreiros, no terreiro do maracatu Beija Flor, acontece, na sexta (5), encontro de vários grupos de ciranda. Haverá participação do Maracatu de Baque Solto Águia de Fogo, da Ciranda do Mestre Anderson, ambos de Ferreiros, da Ciranda do Mestre Edmilson, de Tracunhaém, da Ciranda do Mestre Carlos Antônio, de Itaquitinga, e da Ciranda do Mestre Zé Galdino.

Em Glória do Goitá, na quinta e sexta-feira, o Museu do Mamulengo sedia encontro dos títeres, com os grupos de Mestre Tonho, Mestre Zé de Vina e Mestre Zé Lopes. Duplas de cantadores, de emboladores e coquistas também estão na extensa programação de cultura popular presente na Mata Norte, durante o FPNC.

Quilombolas - Como já é tradicional em todas as edições do festival, a coordenadoria de Povos Tradicionais busca a valorização cultural de comunidades remanescentes de terreiros quilombolas, através de sua arte, e dá espaço para suas exibições. Desta forma, na comunidade quilombola Trigueiros, em Vicência, acontece mais uma atividade cultural.

Exposições de artesanato, fotografia, design e artes visuais também compõe a grade do Pernambuco Nação Cultural, que tem como um dos seus objetivos centrais promover a difusão da produção artística pernambucana, facilitando o acesso de populações distantes a processos artísticos que, por outros caminhos, talvez não chegassem a determinadas comunidades. “Entendemos como dever do estado promover essa cultura, jogar luzes sobre quem não tem o poder da grande mídia, quem não está na televisão e não toca nas rádios. Estamos nessa batalha pela cultura”, destaca o secretário de Cultura de Pernambuco Fernando Duarte.

Baixe aqui a programação completa.


Mais informações no blog do festival - http://fpnc.org.

Fonte: Fundarpe
  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais