Movimentos
26/04/2017 20h19

 Adilson Araújo: Planalto quer destruir o Direito do Trabalho

Com forte apoio dos grandes capitalistas e sua mídia, o governo e seus cúmplices no Legislativo intensificaram as pressões para impor a toque de caixa a contrarreforma trabalhista, Trata-se, na opinião de inúmeros juristas, do maior projeto de retirada de direitos sociais em tramitação no Congresso desde o advento da CLT.


Movimentos
26/04/2017 18h49

Greve Geral: Motoristas e cobradores de 18 capitais param no dia 28

Motoristas e cobradores de ônibus da capital paulista aprovaram hoje (26) a adesão à greve geral da próxima sexta-feira (28), contra a reforma da Previdência, a reforma trabalhista e a terceirização irrestrita proposta pelo governo de Michel Temer (PMDB). A categoria vai cruzar os braços por 24 horas e os trabalhadores pretendem fechar as garagens de todas as empresas e os terminais municipais.


Movimentos
26/04/2017 18h41

Correios: Greve nesta quarta em defesa dos direitos e contra desmonte

A Federação Interestadual dos Empregados dos Correios (Findect) decidiu deflagrar uma greve nacional, por tempo indeterminado, em apoio às pautas do dia 28 de abril, que já promete ser o maior movimento dos últimos trinta anos. O ecetistas começarão a paralisação nesta quarta-feira (26), às 22h.


Movimentos
26/04/2017 17h30

Rede pública e privada de ensino adere em todo o Brasil à Greve Geral

A Greve Geral na próxima sexta-feira (28) contará com a paralisação de diversas categorias em todo o país, entre elas os trabalhadores da rede pública e privada de ensino. Professores e membros de entidades atuantes na defesa da educação explicam ao Portal Vermelho a importância de se posicionar contra as Reformas Trabalhista e da Previdência propostas pelo Governo Temer. 

Por Laís Gouveia 


Movimentos
26/04/2017 16h43

Ferroviários de São Paulo aderem à greve e param nesta sexta

Os ferroviários de São Paulo decidiram aderir à greve geral desta sexta-feira (28/04) contra as reformas da Previdência e trabalhista, propostas pelo governo do presidente Michel Temer (PMDB). Os trabalhadores integram as linhas que atuam nas cidades que formam o ABCD paulista, são elas Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul e Diadema.


Movimentos
26/04/2017 16h20

Centrais sindicais se articulam para barrar ataque à CLT no Senado

Durante reunião com parlamentares, sindicalistas mostraram preocupação com o avanço acelerado da Reforma Trabalhista na Câmara. Senadores prometeram dialogar com o presidente da Casa para que o ritmo da democrático seja respeitado.

Por  Sônia Corrêa


Movimentos
26/04/2017 15h33

STF autoriza pós-graduação paga em universidades públicas 

Em mais uma medida que ratifica o desmonte da educação brasileira, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (26), por 9 votos a 1, pela cobrança de mensalidades nos cursos de pós-graduação Lato-Senso (especializações) em universidades públicas. A decisão vale para todo o sistema de ensino superior brasileiro.


Movimentos
26/04/2017 13h01

Preso político do MST é libertado em Goiás após um ano de prisão

O militante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Luiz Batista Borges deixou nesta quinta-feira (25) a Casa de Prisão provisória em Rio Verde (GO). A prisão do agricultor, considerada abusiva pelo MST e diversas entidades de direitos humanos, durou um ano e dez dias. Nesta terça, o Tribunal de Justiça de Goiás (TJ) decidiu por 5 votos a 0 conceder o habeas corpus.


Movimentos
26/04/2017 12h52

Ao vivo: Sessão da Câmara dos Deputados vota a reforma trabalhista

O plenário da Câmara dos Deputados realiza sessão ordinária para votar o PL 6787/16 que dispõe sobre a proposta de reforma trabalhista. O projeto altera 117 artigos da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) retirando direitos históricos dos trabalhadores e debilitando os sindicatos.


Movimentos
26/04/2017 11h14

A reforma da Previdência de Temer: ataca direitos e mantém privilégios

A proposta de Temer e do PSDB para a reforma da previdência, ao invés de atacar os privilegiados e sonegadores, ataca diretamente o direito dos trabalhadores e pobres. Ao elevar a idade mínima e o tempo mínimo de contribuição, reduzir o valor e desvirtua completamente os benefícios assistênciais, a reforma proposta atende apenas aos interesses daqueles que não vivem do trabalho e não dependem da previdência social.

Por Paulo Teixeira e Guilherme Melo*