Temer - O Retrocesso
31/05/2016 15h15

“Tirar dinheiro do BNDES não é remédio, é veneno para o Brasil”

Em discurso no plenário, o senador Jorge Viana (PT) teceu duras críticas à medida anunciada pelo presidente provisório Michel Temer (PMDB), que determina a devolução de R$ 100 bilhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ao Tesouro. Segundo ele, o governo interino pretende, assim, retirar recursos de investimentos – que geram emprego – para pagar juros da dívida. “Isso que não é remédio, é veneno para o Brasil”, diz o senador.


Temer - O Retrocesso
27/05/2016 10h16

Grazielle: Direitos cabem no Orçamento; "bolsa milionário", não

As medidas anunciadas pelo presidente provisório Michel Temer (PMDB-SP) apontam para reduzir o gasto público - com cortes em políticas e direitos sociais. A justificativa é equilibrar as contas do governo. Trata-se do antigo mantra neoliberal de que as garantias da Constituição de 1988 não cabem no Orçamento. No entanto, segundo Grazielle David, especialista em orçamento público, o que não cabe nas planilhas financeiras do Estado é o que ela chama de “bolsa milionário”.

Por Joana Rozowykwiat


Temer - O Retrocesso
24/05/2016 18h00

Com anúncio de medidas neoliberais, Temer quer desviar foco de Jucá

O economista e professor da UFRJ, João Sicsú, avaliou que as medidas anunciadas nesta terça (24) pelo presidente interino Michel Temer (PMDB-SP) são “antipopulares”, “neoliberais” e inacabadas. Para ele, as ações foram anunciadas de forma “atabalhoada” pelo governo como uma forma de desviar o foco das declarações do ex-ministro do Planejamento, Romero Jucá, que revelam as intenções por trás do golpe contra a presidenta Dilma Rousseff.

Por Joana Rozowykwiat


Temer - O Retrocesso
24/05/2016 13h34

Temer quer abertura do pré-sal, fim do Fundo Soberano e teto de gastos

O presidente interino, Michel Temer, anunciou nesta terça-feira (24) medidas econômicas antipopulares e neoliberais, que incluem  limitar os gastos públicos – inclusive com Saúde e Educação - e acabar com o Fundo Soberano, espécie de poupança criada em 2008 para ser usada em períodos de crise. O governo também irá priorizar o projeto que acaba com a exigência de a Petrobras ser a operadora única e ter participação mínima de 30% na exploração do pré-sal.


Temer - O Retrocesso
16/05/2016 14h16

Sicsú: Crescimento, se houver, não virá com distribuição de renda

Na avaliação do economista e professor da UFRJ, João Sicsú, a gestão de Michel Temer aplicará um novo modelo econômico e social, cujos componentes são “arrocho salarial, redução do Estado e de sua eficiência e sequestro do Orçamento e de direitos sociais e trabalhistas”. Cético em relação à aposta de Temer na recuperação via setor privado, ele alerta que, mesmo que o país volte a crescer, isso acontecerá sem distribuir renda e riqueza – como na ditadura de 1964, comparou.

Por Joana Rozowykwiat


Temer - O Retrocesso
11/05/2016 17h00

Pedro Rossi: Ilegítimas, reformas da agenda Temer aprofundam recessão

Para o professor de Economia da Unicamp, Pedro Rossi, a agenda apresentada até então para um provável governo do vice-presidente Michel Temer (PMDB-SP) aprofunda a recessão, reduzindo emprego e renda. Em entrevista ao Portal Vermelho, ele avalia que as reformas discutidas pelo peemedebista são "nocivas ao tecido social" e "ilegítimas", uma vez que não estão sendo discutidas com a sociedade e alteram o pacto social da Constituição de 1988.


Temer - O Retrocesso
13/04/2016 19h27

Pedro Rossi: Programa para o pós-golpe é desmonte do Estado social

Às vésperas da Câmara analisar o pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, o professor de Economia da Unicamp Pedro Rossi alertou que o plano da oposição para o “pós-golpe” significa a desconstrução da Constituição de 1988 e a retirada de direitos sociais. De acordo com ele, além de promover retrocessos para os trabalhadores, um “governo ilegítimo” que se originasse deste “golpe contra a democracia” teria ainda mais dificuldade de recompor a economia.

Por Joana Rozowykwiat