Temer - O Retrocesso
11/10/2016 21h18

Sindicalistas alertam para danos da PEC 241 no salário mínimo

Dirigentes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Força Sindical e Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) são unânimes em repudiar a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241, aprovada em primeiro turno na Câmara dos Deputados nesta segunda-feira (10). Além dos prejuízos aos recursos da saúde e educação, a PEC sinaliza para o congelamento do salário mínimo, item acrescentado ao texto pelo relator, Darcísio Perondi (PMDB).

Por Railídia Carvalho    


Temer - O Retrocesso
11/10/2016 12h18

A hipocrisia, o cinismo, a irresponsabilidade e a conta

Só não vê quem não quer, quem está manipulado, quem se deixa levar para ver como é que fica e quem nada pode fazer. Esse o triste quadro político e social brasileiro após as armações do impeachment da Presidenta, sua substituição pelo plantonista, tudo isso administrado juridicamente pelas instituições da área.

Por José Carlos Peliano*, na Carta Maior


Temer - O Retrocesso
11/10/2016 11h46

PEC 241: Projeção mostra a tragédia social que ela provocará

A nova regra não prevê cláusulas de escape, ou seja, nenhum mecanismo para lidar com crises econômicas ou outros choques. Engessa a política fiscal por duas décadas, reduz drasticamente os gastos de saúde e educação e ainda puxa para baixo o crescimento do PIB.


Temer - O Retrocesso
11/10/2016 11h36

"PEC 241 é a expressão mais cruel do programa antipovo de Temer"

 No dia 18 de abril, um dia depois do afastamento da presidenta eleita Dilma Rousseff pela Câmara dos Deputados, uma entrevista com o economista Roberto Brant, um dos teóricos do programa chamado Ponte para o Futuro, do ilegítimo presidente Michel Temer, já escancarava o caráter dos planos desse governo para o Brasil.

Por Luciana Santos*


Temer - O Retrocesso
11/10/2016 10h32

Emir Sader: O fator determinante da derrota da democracia

Muitos fatores concorreram para que o golpe triunfasse sobre a democracia, desde alguns que se arrastam desde 2003, até outros surgidos no segundo mandato de Dilma Rousseff. Mas o fator determinante do triunfo do golpe e da derrota da democracia terminou sendo a incapacidade do movimento popular no seu conjunto de impedir que a direita elegesse um Congresso bem mais conservador que os anteriores.

Por Emir Sader*, no Brasil 247


Temer - O Retrocesso
11/10/2016 9h50

Altamiro Borges: O banquete macabro da PEC da Morte

Num futuro próximo, o regabofe oferecido pelo Judas Michel Temer na noite deste domingo (9) para 210 deputados federais e seus familiares até poderá ser chamado de o banquete macabro da PEC da Morte. A cena inóspita, em pleno Palácio da Alvorada e com grana pública, serviu para enquadrar os parlamentares que devem votar ainda nesta semana a Proposta de Emenda Constitucional, PEC-241, que limita os gastos em saúde, educação e assistencial social pelos próximos 20 anos.


Temer - O Retrocesso
10/10/2016 23h19

Chico Lopes: "Aprovação da PEC 241 joga no lixo o futuro do Brasil"

"Com a aprovação da PEC 241, o presidente ilegítimo Michel Temer e os deputados que votaram a favor da medida pagam a conta do golpe e jogam no lixo o futuro do Brasil". A avaliação é do deputado federal Chico Lopes (PCdoB-CE).


Temer - O Retrocesso
10/10/2016 22h22

Deputados aprovam PEC 241 que congela gastos sociais por vinte anos

Mais um golpe foi dado nesta segunda-feira (10). Por 366 votos a 111, parlamentares da base aliada de Michel Temer aprovaram a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241/16, que impõe um teto para os gastos públicos por 20 anos, afetando áreas sensíveis como saúde e educação.

Por Christiane Peres, do PCdoB na Câmara


Temer - O Retrocesso
10/10/2016 18h24

Drauzio Varella: "Não tem sentido reduzir os recursos da saúde"

O conceituado Drauzio Varella declarou que os médicos são contra a PEC 241 porque “não tem sentido reduzir ainda mais os recursos pra saúde”. Varela defendeu o SUS como “uma conquista que não pode desaparecer e, à medida em que a gente vai cortando os recursos, deixamos grandes massas populacionais desamparadas e desassistidas”.


Temer - O Retrocesso
10/10/2016 17h29

Flávio Dino: PEC 241 congela desigualdades sociais e regionais

Para o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), além de ter um impacto social “desastroso”, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241 é “insuficiente” para resolver o problema fiscal do país e não tem o poder de fazer crescer a economia, como argumenta a gestão de Michel Temer.

Por Joana Rozowykwiat