Economia
06/10/2017 17h23

Fundo para formar candidatos neoliberais é “ilegal e imoral”

Um grupo de empresários e celebridades lançou, nesta sexta-feira (6), um fundo coletivo voltado para o financiamento de atividades políticas. A ideia é conceder bolsas entre R$ 5 mil e R$ 8 mil para candidatos que queiram tentar uma vaga no Legislativo no ano que vem.


Economia
06/10/2017 17h01

Os retrocessos da mudança na política de conteúdo local

Entenda como a questão traz graves riscos de natureza jurídica e econômica em relação ao desenvolvimento da cadeia de petróleo e gás, incluindo seus fornecedores.

Por Willian Nozaki e Rodrigo Pimentel Ferreira Leão


Economia
06/10/2017 16h39

Parente acelera venda de distribuidora da Petrobras, diz jornal inglês

A Petrobras acelera seus planos de vender a BR distribuidora, anuncia o jornal inglês Financial Times, em matéria nesta sexta (6). Em entrevista à publicação, o presidente da estatal, Pedro Parente, afirma que a oferta pública inicial de ações (IPO) da rede de postos de combustíveis vai ocorrer “o mais rapidamente possível”, para aproveitar condições favoráveis do mercado.


Economia
05/10/2017 18h21

 'Estatais não dependentes’ para securitizar dívida ativa lesam sociedade

Enquanto empresas como Eletrobras, Casa da Moeda e joias como Cemig, Cedae, entre centenas de empresas estatais, são privatizadas, novas “empresas estatais não dependentes” estão sendo criadas para operar esquema financeiro fraudulento.

Por Maria Lucia Fattorelli*


Economia
05/10/2017 18h05

"Trabalho digno não pode ser visto só como custo de produção"

Em discurso de recondução ao cargo, o procurador-geral do Trabalho, Ronaldo Fleury, afirmou que os beneficiários da injustiça (o termo usado foi "injusta ordem") continuam à espreita. "Reaparecem, repaginados, especialmente nos momentos de crise, travestidos por roupagens tão vazias quanto sedutoras. Os jornais estão cheios de discursos de arautos da 'desregulamentação', da 'flexibilização', da 'modernização' e do 'custo Brasil', afirmou. 


Economia
05/10/2017 17h15

"Privatização atende a grupos econômicos que apoiam Temer"

"Temer gasta para se manter no poder, com uma série de benesses para os grupos políticos e econômicos que o apoiam. A privatização atende aos grupos econômicos e, ao mesmo tempo, gera recursos para as necessidades políticas a curto prazo, às custas da solvência futura do próprio Estado, que perde receitas preciosas em troca de ativos vendidos baratos”. A avaliação é do economista Pedro Paulo Zahluth Bastos, professor visitante na Universidade da Califórnia, em Berkeley, e licenciado da Unicamp.


Economia
05/10/2017 12h33

Acordo comercial com UE pode onerar SUS em mais de R$ 2 bilhões anuais

Valor é apenas uma parte do prejuízo anual calculado pela Fiocruz. Por meio de acordos assim, assinados durante governo FHC, Brasil reconheceu patentes até fórmulas de medicamentos que já estavam sob domínio público.


Economia
04/10/2017 17h53

Desmonte de Temer: Estatais reduzem investimentos e funcionários

O governo anunciou nesta quarta (4) que os conglomerados estatais federais, alvo de desmonte na gestão Michel Temer, tiveram aumento de 19,6% no lucro no primeiro semestre deste ano – de R$ 17,3 bilhões – em comparação com o primeiro semestre do ano passado. Na esteira do processo de desmonte das companhias públicas levado adiante por Temer, houve redução no orçamento – e em especial nos investimentos – e no quadro de funcionários das estatais.


Economia
04/10/2017 17h06

A Fazenda vem à cidade

As equipes econômicas brasileiras sempre se deslumbraram com Wall Street e os milionários de Nova York, mas desde o golpe o compadrio se aprofundou.

Por Julio de Oliveira Silva*


Economia
04/10/2017 14h44

Paulo Kliass: Rigidez fiscal e burrice econômica

Se arrependimento sincero incomodasse gente insensível, talvez Henrique Meirelles esteja realmente sentindo algum leve desconforto nos minutos que precedem seu sono durante os últimos meses. O fato é que ele e alguns integrantes da equipe econômica estão provando do doce veneno que tanto destilaram contra aquilo que antes qualificavam como “descontrole, irresponsabilidade e populismo” dos governos anteriores ao golpeachment.

Por Paulo Kliass*