Economia
30/05/2016 20h00

Economia grega despenca meio por cento no primeiro trimestre de 2016

A economia da Grécia encolheu 0,5% no primeiro trimestre de 2016 em comparação com os três meses precedentes, segundo os dados provisórios publicados nesta segunda-feira (30) pelo escritório grego de estatísticas (Elstat).


Economia
30/05/2016 19h28

Meirelles recua e diz que não há pressa em extinguir Fundo Soberano

"Decisão sobre Fundo Soberano é imediata", disse o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, na última terça (24), ao anunciar a extinção do fundo. Menos de uma semana depois, ele parece ter mudado de ideia, em mais um recuo na gestão provisória de Michel Temer (PMDB-SP). Nesta segunda (30), ele declarou que não há pressa em se desfazer das ações do Banco do Brasil que compõem o Fundo Soberano.


Economia
30/05/2016 18h17

Armando Monteiro: Medida de Temer prejudica setor produtivo

O ex-ministro de Desenvolvimento Econômico, senador Armando Monteiro (PTB-PE), criticou nesta segunda (30) a decisão do presidente provisório Michel Temer (PMDB-SP) de cobrar a devolução de R$ 100 bilhões do BNDES para pré-pagamento ao Tesouro. Para ele, a medida acarretará vários prejuízos ao setor produtivo nacional e não trará benefícios significativos às contas públicas.


Economia
30/05/2016 17h32

Paulo Kliass: Crônica das maldades anunciadas

As maiores perversidades do pacote de intenções referem-se às reduções previstas para área social, como já preconizava o documento 'Ponte para o Futuro'.

Por Paulo Kliass*


Economia
30/05/2016 15h34

Temer-Meirelles: sem ajuste fiscal, apenas ataque aos direitos sociais

Não é de hoje que a Constituição Federal é apontada como geradora de ineficiência e baixo crescimento. Já em 1988, velhos e novos tecnocratas contrários à expansão de direitos de cidadania, como Antônio Delfim Neto e Maílson da Nóbrega, alegavam que ela tornava o país ingovernável e incapaz de crescer.

Por Pedro Paulo Zahluth Bastos* e Guilherme Santos Mello**


Economia
27/05/2016 10h16

Grazielle: Direitos cabem no Orçamento; "bolsa milionário", não

As medidas anunciadas pelo presidente provisório Michel Temer (PMDB-SP) apontam para reduzir o gasto público - com cortes em políticas e direitos sociais. A justificativa é equilibrar as contas do governo. Trata-se do antigo mantra neoliberal de que as garantias da Constituição de 1988 não cabem no Orçamento. No entanto, segundo Grazielle David, especialista em orçamento público, o que não cabe nas planilhas financeiras do Estado é o que ela chama de “bolsa milionário”.

Por Joana Rozowykwiat


Economia
25/05/2016 20h28

Nassif: Medidas de Temer e a quitação das contas de campanha

A primeira semana serviu para o presidente interino acertar as contas menores, loteando o Ministério entre o baixo clero. Ontem (24), além do anúncio da flexibilização da lei do pré-sal e das investidas sobre a Previdência Social, começou o acerto das grandes contas, começando pela desvinculação orçamentária para as despesas sociais, o grande avanço civilizatório da Constituição de 1988.

Por Luis Nassif


Economia
25/05/2016 19h57

Amir Khair: Juros são câncer da economia

O economista Amir Khair, secretário de Finanças da gestão de Luiza Erundina na prefeitura de São Paulo (1989-1992), disse hoje (25) que é falsa a tese do "cobertor curto" enfatizada nas medidas do governo interino de Michel Temer para justificar o corte de programas sociais. Ele participou do debate “Os caminhos da esquerda diante do golpe”, realizado na Universidade de São Paulo (USP).


Economia
25/05/2016 19h37

Ajuste fiscal de Temer é outro capítulo da fraude do impeachment

 Segundo a professora Laura Carvalho, ajuste não tem se mostrado capaz de reduzir a dívida pública. Para a economista Leda Paulani, agenda neoliberal e ataque a direitos são raízes materiais do golpe.


Economia
24/05/2016 18h08

Frear Lava Jato é uma das causas do golpe; cortar direitos é a central

Para o economista e ex-ministro Luiz Carlos Bresser-Pereira, a tentativa de barrar as investigações da Operação Lava Jato - explicitada no áudio do ex-ministro do Planejamento Romero Jucá - é uma das causas por trás do impeachment da presidenta Dilma Rousseff. A principal, contudo, seria reduzir direitos sociais e dos trabalhadores, avaliou.