Economia
25/05/2016 20h28

Nassif: Medidas de Temer e a quitação das contas de campanha

A primeira semana serviu para o presidente interino acertar as contas menores, loteando o Ministério entre o baixo clero. Ontem (24), além do anúncio da flexibilização da lei do pré-sal e das investidas sobre a Previdência Social, começou o acerto das grandes contas, começando pela desvinculação orçamentária para as despesas sociais, o grande avanço civilizatório da Constituição de 1988.

Por Luis Nassif


Economia
25/05/2016 19h57

Amir Khair: Juros são câncer da economia

O economista Amir Khair, secretário de Finanças da gestão de Luiza Erundina na prefeitura de São Paulo (1989-1992), disse hoje (25) que é falsa a tese do "cobertor curto" enfatizada nas medidas do governo interino de Michel Temer para justificar o corte de programas sociais. Ele participou do debate “Os caminhos da esquerda diante do golpe”, realizado na Universidade de São Paulo (USP).


Economia
25/05/2016 19h37

Ajuste fiscal de Temer é outro capítulo da fraude do impeachment

 Segundo a professora Laura Carvalho, ajuste não tem se mostrado capaz de reduzir a dívida pública. Para a economista Leda Paulani, agenda neoliberal e ataque a direitos são raízes materiais do golpe.


Economia
24/05/2016 18h08

Frear Lava Jato é uma das causas do golpe; cortar direitos é a central

Para o economista e ex-ministro Luiz Carlos Bresser-Pereira, a tentativa de barrar as investigações da Operação Lava Jato - explicitada no áudio do ex-ministro do Planejamento Romero Jucá - é uma das causas por trás do impeachment da presidenta Dilma Rousseff. A principal, contudo, seria reduzir direitos sociais e dos trabalhadores, avaliou.


Economia
24/05/2016 18h00

Com anúncio de medidas neoliberais, Temer quer desviar foco de Jucá

O economista e professor da UFRJ, João Sicsú, avaliou que as medidas anunciadas nesta terça (24) pelo presidente interino Michel Temer (PMDB-SP) são “antipopulares”, “neoliberais” e inacabadas. Para ele, as ações foram anunciadas de forma “atabalhoada” pelo governo como uma forma de desviar o foco das declarações do ex-ministro do Planejamento, Romero Jucá, que revelam as intenções por trás do golpe contra a presidenta Dilma Rousseff.

Por Joana Rozowykwiat


Economia
24/05/2016 16h37

Pedro Parente e a cereja do bolo privatista que afunda o Brasil

Fica um bocado óbvio que o ex-chefe da Casa Civil de FHC foi escalado para a Petrobras no intuito de cumprir a agenda liberal e privatista dos golpistas e é mais óbvio ainda que os petroleiros e petroleiras vão lutar bravamente contra tal feito. Não só por razões ideológicas, mas também para evitar a má política da década de 1990.

Por Tadeu Porto*, no Brasil Debate


Economia
24/05/2016 13h34

Temer quer abertura do pré-sal, fim do Fundo Soberano e teto de gastos

O presidente interino, Michel Temer, anunciou nesta terça-feira (24) medidas econômicas antipopulares e neoliberais, que incluem  limitar os gastos públicos – inclusive com Saúde e Educação - e acabar com o Fundo Soberano, espécie de poupança criada em 2008 para ser usada em períodos de crise. O governo também irá priorizar o projeto que acaba com a exigência de a Petrobras ser a operadora única e ter participação mínima de 30% na exploração do pré-sal.


Economia
23/05/2016 20h37

Temer é recebido no Senado com vaias e gritos de "golpista"

A primeira visita do presidente interino, Michel Temer (PMDB-SP) não saiu como esperavam os aliados do governo. Sob protestos, vaias e gritos de "golpista", o presidente ilegítimo Michel Temer (PMDB-SP) esteve no Senado para entregar ao presidente do Congresso, Renan Calheiros (PMDB-AL), a nova proposta de meta fiscal de 2016, que prevê um déficit de R$ 170,5 bilhões.


Economia
23/05/2016 19h52

"Déficit foi inflado para justificar corte de direitos e privatizar"

Nessa sexta-feira, 20 de maio de 2016, Henrique Meirelles, o ministro da Fazenda do governo usurpador, anunciou a nova meta fiscal de 2016: R$ 164 bilhões. Este valor diz respeito ao governo federal. A essa conta se somam outros R$ 6 bilhões dos Estados e Municípios, totalizando R$ 170 bilhões. Só que, no final da manhã da mesma sexta-feira 20, a própria equipe do Ministério da Fazenda previa R$ 114 bilhões, como mostra o Estadão.

Por Luís Francisco


Economia
23/05/2016 18h07

Crise não pode ser pretexto para eliminar direitos, dizem juízes

A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) afirma que vê com preocupação as notícias na mídia e declarações de porta-vozes do atual governo a respeito de uma reforma trabalhista que represente retrocesso nos direitos dos trabalhadores. Segundo a entidade, momentos de “crise econômica” demandam uma atenção prioritária com relação aos direitos sociais e trabalhistas e não a precarização desses em detrimento da solução dos problemas econômicos do Brasil.