Cultura
09/12/2016 18h01

A parte poesia de Ferreira Gullar

Ao falar sobre a viagem de Ferreira Gullar para a encantação, o colunista do Portal Vermelho Joan Edessom afirmou que “havia um poeta, dos maiores do século vinte, e havia um homem cada vez mais amargurado que escrevia para jornais no início do século vinte e um”. Numa homenagem ao poeta, alguns de seu versos, o próprio Gullar fala sobre seu Poema Sujo e explica a invenção de seu nome. Tudo poesia! Toda a essencia daquele cujos versos sempre encantarão a vida.


Cultura
09/12/2016 17h47

O Cortiço

O escritor maranhense Aluisio Azevedo (1857-1913) foi diplomata, romancista, contista, jornalista, e também caricaturista e pintor. Romancista notável, foi autor da primeira obra naturalista no Brasil O Mulato (1881) e de O Cortiço (1890), um retrato cru do capitalismo que nascia por aqui, no ventre do modo de produção escravista.

Por José Carlos Ruy


Cultura
09/12/2016 16h47

Papete, a percussão das toadas de boi

Quando ainda tinha apenas 13 anos, José de Ribamar Viana, o Papete, afamado no Brasil por seu talento e suas músicas, compôs O Bonde. A primeira se seguiu de muitas outras que marcaram a vida dos apreciadores das toadas de boi. O legado musical do percussionista maranhense inclui canções como Boi da Lua, Catirina, Engenho de Flores, Bela Mocidade e Bandeira, que trazem nas letras e melodias os sentimentos do folclore maranhense, do bumba meu boi, dos festejos juninos e tradições de todo um povo.


Cultura
09/12/2016 16h20

Bumba-meu-boi e Tambor de Crioula, do Maranhão para o mundo

Ao embarcar para São Luís, no Maranhão, levo muitas recomendações na bagagem: “ouça reggae”, “coma Arroz do Cuxá”, “visite o centro histórico”... Mas a principal delas: “não deixe, por nada, de ver o Tambor de Crioula”. Trata-se de uma dança tipicamente maranhense de uma energia tão contagiante que qualquer pessoa entra êxtase ao se deparar com a força do tambor e a leveza dos movimentos mulheres que dançam.

Por Mariana Serafini


Cultura
09/12/2016 12h44

Uma fundadora da literatura brasileira: Maria Firmina dos Reis

O Maranhão é um estado que deu marcante contribuição à literatura e à cultura em nosso país. Qualquer lista que se faça, de autores ou produtores culturais lá nascidos ou atuantes, será extensa. Desde pelo menos o século 19, quando a capital, São Luís, ganhou o apelido de “Atenas brasileira” devido ao desenvolvimento cultural que lá ocorreu.

Por José Carlos Ruy


Cultura
09/12/2016 11h33

100 anos de samba e a origem negra da música latina

Se você vem do Brasil e algum estrangeiro desavisado lhe perguntar qual é o gênero musical mais autêntico do país, a sua resposta, rápida e precisa, com toda a certeza será “o samba” (por sinal, é capaz que o próprio forasteiro já saiba disso). Mas por que o samba parece nos representar assim tão bem? Façamos o exercício inverso.


Cultura
09/12/2016 11h01

Justificativa de Doria para mudar Virada criminaliza população pobre

Em um manifesto sobre a Virada Cultural lançado por 55 organizações sociais, a maioria ligada às periferias, integrantes de coletivos culturais, pesquisadores, artistas e militantes de direitos humanos consideraram que as declarações usadas pelo futuro secretário de Comunicação de São Paulo, Fabio Santos, para justificar a mudança de local e perfil do evento, criminalizam os moradores das periferias.


Cultura
08/12/2016 16h16

Rebeldia da juventude negra em vídeo manifesto de Emicida, Mandume

O rapper Emicida lançou seu mais novo videoclipe para uma das músicas que compõe o álbum Sobre Crianças, Quadris, Pesadelos e Lições de Casa. A escolhida foi a música Mandume que tem a participação dos rappers Drik Barbosa, Amiri, Rico Dalasam, Muzzike, Raphão Alaafin juntamente com Emicida.


Cultura
08/12/2016 15h51

Estupro e misoginia: o cinema espelha a vida

Maria Schneider tinha 19 anos e nenhuma experiência em cinema quando estrelou no filme Último Tango em Paris, em 1972, dirigido por Bernardo Bertolucci. Na obra, ela contracena com o Marlon Brando, que à época tinha 48 anos, na "cena da manteiga", uma das mais famosas da história do cinema.


Cultura
06/12/2016 11h49

Bienal da UNE: Inscrições com desconto terminam neste sábado

Este sábado (10) é o último dia para se inscrever na 10ª Bienal da UNE pagando a taxa com desconto, no valor de R$100. O valor será reajustado para R$ 150 de 11 de dezembro ao dia 25 de janeiro. Após essa data as inscrições só poderão ser realizadas pessoalmente no local do evento, no valor de R$200.