Cultura
19/10/2017 16h35

Seis filmes na Mostra para comemorar os 70 anos do Masp

Para comemorar os 70 anos Masp (Museu de Arte de São Paulo), a 41ª Mostra Internacional de Cinema de SP terá uma programação especial para as sessões no vão-livre do museu. Serão exibidos seis filmes, cinco dos quais brasileiros, que propõem novas experiências e homenageiam importantes nomes da nossa história cinematográfica.


Cultura
19/10/2017 15h18

Dez filmes latino-americanos de 2017 para ver na Mostra de SP

Começou nesta quinta-feira (19) a 41ª edição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Este ano o foco é a Suíça e a programação traz um vasto catálogo de clássicos e produções contemporâneas daquele país. Além da deste, os amantes de do cinema poderão assistir à produção de outros 72 países.


Cultura
19/10/2017 15h12

Mostra Internacional de Cinema contará com 63 filmes brasileiros 

A 41º Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, iniciada na quinta-feira (19) e que irá até o dia 1º de novembro, já divulgou a lista de filmes Brasileiros que estão na programação. No total são 63 produções nacionais

Por Alessandra Monterastelli *


Cultura
19/10/2017 14h38

Polêmica sobre exposições acaba em bate-boca na Câmara

A novela em torno das criticadas mostras de Porto Alegre, com o “Queermuseu”, e de São Paulo, no Museu de Arte Moderna, com a performance de um homem nu, ganhou mais um capítulo esta semana. Em um debate promovido pelas comissões de Cultura e de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, deputados levantaram a voz e partiram para cima do ministro da Pasta, Sérgio de Sá de Leitão, e do deputado Glauber Braga (PSol-RJ), o que levou ao encerramento do debate antes do previsto.


Cultura
19/10/2017 14h06

Os grandes filmes da Mostra de Cinema dirigidos por mulheres 

A Mostra Internacional de Cinema de São Paulo começou na quinta-feira (19) e irá até o dia 1º de novembro. Estima-se que 28% do conteúdo da programação é composto por filmes dirigidos por mulheres

Por Alessandra Monterastelli *


Cultura
19/10/2017 13h09

Wagner Moura: Portaria do trabalho escravo é cruel e covarde

O ator Wagner Moura publicou um vídeo nas redes sociais declarando que é preciso resistir à portaria 1.129/2017 publicada pelo governo de Michel Temer atacando a legislação que combate o trabalho escravo. “Pessoas que comem com animais, que dormem em lona no mato, que trabalham por uma comida qualquer e trabalham até morrer. Não vai mais ser considerado trabalho escravo”, alertou. Segundo wagner, é preciso trabalhar para revogar a portaria, que ele classificou de "covarde, cruel e absurda”.


Cultura
19/10/2017 12h24

Mostra de Cinema de SP valoriza transformações promovidas pela 7ª arte

Não importa quantos eventos aconteçam paralelamente na capital paulista, é impossível notar alguma alteração nas ruas do centro da maior cidade da América Latina. No entanto, quem circula pelo eixo dos principais cinemas de rua nota que algo muda uma vez por ano. São os cinéfilos com seus crachás e programações na mão se acumulando em filas para acompanhar os filmes da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.


Cultura
18/10/2017 14h20

Pornografia, censura e política

O ativismo moralizador que grassa em certos setores sociais tem aumentado e preocupado outros setores por estar incluído nesse ativismo exigências ligadas à censura sobre obras artísticas de legítimas e didáticas qualidades estéticas.

Franklin Cunha*


Cultura
17/10/2017 14h48

Em memória de Thomas Sankara, líder anti-imperialista africano

Em 15 de outubro de 1987, em Uagadugu, uma experiência revolucionária exaltante chegava ao fim sob o crepitar das kalachnikovs. O presidente de Burkina Faso, Thomas Sankara, era assassinado, com doze de seus companheiros.

Por Rosa Moussaoui


Cultura
17/10/2017 10h44

Para Caetano Veloso, é hora de 'enfrentar a desilusão do liberalismo real'

Em meio a uma conversa sobre contracultura, utopias, reminiscências, festivais nos anos 1970, política e entretenimento, a principal preocupação pairou sobre o momento brasileiro e mundial, em algo que o compositor Caetano Veloso definiu como "refluxo contra o que foi conseguido e também consequências radicais imprevisíveis do que foi esboçado", como a internet. Ele identificou na ofensiva moral contra manifestações artísticas uma manipulação para assustar pessoas mais simples, inocentes.

Por Vitor Nuzzi, na Rede Brasil Atual