Brasil
05/05/2016 16h44

Pedalada de Alckmin gerou calote de R$ 332,7 mihões no Metrô

Numa espécie de "pedalada fiscal", o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), usou dinheiro do Metrô, um estatal, para pagar obrigações contratuais à concessionária ViaQuatro, que opera a Linha 4-Amarela do Metrô. Diferentemente do que fez o governo federal - que atrasou o repasse de recursos a bancos públicos, mas ressarciu em seguida tais instituições, sem que houvesse prejuízos para elas - a manobra de Alckmin resultou em um calote no Metrô de R$ 332,7 milhões entre 2011 e 2014.


Brasil
05/05/2016 16h16

Os argumentos de Teori na decisão de afastar Cunha

No julgamento da Ação Cautelar formulada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) que pediu o afastamento de Eduardo Cunha do cargo de deputado federal e da função de presidente da Câmara dos Deputados, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, decidiu pela suspensão do exercício do mandato do parlamentar.

Por Luiz de Queiroz


Brasil
05/05/2016 16h11

Conselho de Ética trabalha com mais tranquilidade, diz presidente  

O presidente do Conselho de Ética da Câmara, deputado José Carlos Araújo (PR-BA), disse nesta quinta-feira (5) que o colegiado trabalhará com mais tranquilidade, “sem sobressaltos e sem medo”, com a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki de afastar Eduardo Cunha (PMDB-RJ) do mandato de deputado federal e da função de presidente da Câmara. 


Brasil
05/05/2016 16h01

Dilma sobre afastamento de Cunha: "Antes tarde do que nunca"

A presidenta Dilma Rousseff nesta quinta-feira (5) que o afastamento do cargo do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pelo Supremo Tribunal Federal (STF) ocorreu "antes tarde do que nunca". Dilma lamentou que Cunha tenha conseguido presidir "na cara de pau" a sessão da Câmara que aprovou o "lamentável" prosseguimento do processo de impeachment. A liminar foi concedida pelo ministro Teori Zavascki e ainda precisa ser analisada pelo plenário do Supremo.


Brasil
05/05/2016 15h49

Sílvio Costa diz que Cunha manobra para não acatar decisão do STF

Vice-líder do governo na Câmara, o deputado Silvio Costa (PTdoB-PE) disse nsta quinta (5) que está preocupado com o que chamou de “a última cartada” que estaria sendo preparada por Eduardo Cunha (PMDB-RJ), com a ajuda de advogados e aliados, para que a Câmara não acate a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que o afastou da presidência da Casa. 


Brasil
05/05/2016 15h48

Assista, ao vivo,  a sessão do STF que julga o caso de Eduardo Cunha

 A TV Vermelho retransmite, via TV Justiça, a sessão do Supremo Tribunal Federal (STF) que julga a Ação Civil da Procuradoria Geral da República contra o deputado Eduado Cunha, afastado do mandato por decisão liminar do ministro Teori Zavaski.


Brasil
05/05/2016 15h47

Senadores apresentam dois votos em separado contra impeachment 

O líder do governo no Senado, Humberto Costa (PT-PE), e a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) apresentam votos em separado ao parecer pela admissibilidade do pedido de impeachment da presidente Dilma Roussef, apresentado nesta quarta-feira (4) pelo senador Antonio Anastasia (PSDB-MG). Costa já leu o voto no período da manhã e a senadora deve apresentar o dela na tarde/noite desta quinta-feira (5). 


Brasil
05/05/2016 15h05

Agenda Temer foi rejeitada nas urnas, diz economista na Globo

Em entrevista à GloboNews, o professor de Economia da Unicamp Guilherme Santos Mello fala sobre a agenda que o vice-presidente Michel Temer propõe para o país. Segundo ele, caso o impeachment se consolide, o peemedebista estaria à frente de um governo “impopular” e “ilegítimo”, representante e defensor de uma pauta que tem sido rejeitada nas urnas há várias eleições. 


Brasil
05/05/2016 15h03

O erro do parecer de Anastasia pode anular o impeachment

O parecer apresentado pelo Senador Antonio Anastasia, do PSDB, encaminhando para o recebimento da acusação da Presidenta Dilma Roussef, padece de um erro de trajeto que pode torná-lo imprestável, justamente porque:

Por Alexandre Morais da Rosa*, no Empório Jurídico


Brasil
05/05/2016 14h23

Senadoras pedem nulidade do impeachment com afastamento de Cunha 

As senadoras Fátima Bezerra (PT-RN) e Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) pediram o arquivamento da denúncia contra a presidenta Dilma Rousseff, na comissão que analisa o pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff no Senado, nesta quinta-feira (5). Elas argumentaram que o afastamento do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pelo Supremo Tribunal Federal (STF), comprova a nulidade de todo o processo.