Brasil
18/12/2014 15h11

CPMI da Petrobras aprova relatório final

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Petrobras aprovou o relatório do deputado Marco Maio (PT-R) nesta quinta-feira (18), por 19 votos a 8. O texto pede o indiciamento de 52 pessoas e o aprofundamento das investigações de 17 empresas suspeitas de fraude, além de reconhecer possível prejuízo com a refinaria de Pasadena.


Brasil
18/12/2014 14h53

Lula repudia o que classifica de "incitação ao linchamento midiático"

O ex-presidente Lula afirmou nesta quinta-feira 18 que a Petrobras "tem muita força" para aguentar a crise em decorrência das investigações da Polícia Federal no âmbito da Operação Lava Jato, que apura processos de corrupção em contratos da estatal. "A Petrobras tem muita força, gente", disse ele, após participar de um evento no Ministério da Justiça em comemoração aos dez anos da reforma do Judiciário.


Brasil
18/12/2014 14h46

Porto de Mariel: o que tucanos e aliados têm a dizer sobre isso? 

A cada dia que passa, fica mais claro o que representavam as candidaturas presidenciais em 2014. De um lado, Dilma com visão de estadista, com protagonismo internacional, com independência em relação aos EUA e com um programa progressista.

Por José Augusto Valente*, na Carta Maior


Brasil
18/12/2014 12h02

Carvalho deixa governo para assumir presidência do Conselho do Sesi

O ministro da Secretaria-geral da Presidência, Gilberto Carvalho, deixará o governo depois de 12 anos e anunciou nesta quinta-feira (18) que assumirá a presidência do Conselho Nacional do Sesi, a partir de fevereiro de 2015, após oito anos como chefe de gabinete do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e quatro anos no comando da Secretaria-geral.


Brasil
18/12/2014 11h36

Secretário do Tesouro defende estratégia de redução do superavit

O secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, defendeu nesta quinta-feira (18), a estratégia do governo de redução do superavit primário. Segundo ele, nenhum país do mundo fechará 2014 com um resultado primário elevado.


Brasil
18/12/2014 11h20

Inácio Arruda despede-se do Senado e diz que continua militante

O senador Inácio Arruda (PCdoB-CE) despediu-se do Senado na noite desta terça-feira (17). Seu mandato se encerra em janeiro de 2015. Ele pediu à senadora Vanessa Grazziotin, colega de partido, que continue militando pela redução da jornada máxima de trabalho semanal de 44 horas para 40 horas. Além disso, recomendou o prosseguimento da política de recomposição do salário mínimo.


Brasil
18/12/2014 11h16

Vanessa Grazziotin: Definição sobre guerra fiscal ainda é prioridade

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) destacou a importância da reunião entre líderes partidários e o futuro ministro da Fazenda, Joaquim Levy, nesta quarta-feira (17), no gabinete da Presidência do Senado.


Brasil
18/12/2014 11h12

Relator adequa texto que corrige tabela do Imposto de Renda em 6,5%

O senador Romero Jucá (PMDB-RR), relator da medida provisória que altera pontos da lei tributária, deve finalizar nos próximos dias a redação final da matéria que segue agora para a sanção da presidenta Dilma Rousseff. 


Brasil
18/12/2014 11h01

Dilma Rousseff e Michel Temer serão diplomados nesta quinta

A presidenta reeleita, Dilma Rousseff, e seu vice, Michel Temer, serão diplomados nesta quinta-feira (18) em cerimônia no plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A Corte Eleitoral promove a diplomação dos presidentes eleitos no Brasil desde 1951, quando Getúlio Vargas retornou à Presidência da República, dessa vez por meio do voto popular.


Brasil
18/12/2014 10h41

Veríssimo contesta tese de "dois lados" na ditadura

O escritor Luis Fernando Veríssimo contesta a tese que se alastrou entre os veículos de comunicação conservadores, todos apoiadores do regime militar de 1964, de que a Comissão Nacional da Verdade deveria ter igualado os crimes de agentes do Estado aos atos de violência ligados à esquerda revolucionária; “Não aceitar a diferença entre a violência clandestina de contestação a um regime ilegítimo e a violência que arrasta toda uma nação para os porões da ditadura é desonesto”, diz Veríssimo.