Vermelho

www.vermelho.org.br

11/02/2019

Jandira Feghali questiona liberação de armas em voos

O Governo Bolsonaro quer facilitar a entrada de pessoas armadas nos voos domésticos da aviação civil. O ministro Onyx Lorenzoni (Casa Civil) e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que são coautores de um projeto nesse sentido, querem derrubar resolução da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) que só permite o uso da arma a policiais federais, civis e agentes penitenciários em razão do trabalho. 

A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ) põe uma suspeita na mobilização em torno do assunto:

"Ao restringir o embarque de armas de fogo e munições, o objetivo da Anac é aumentar o nível de segurança a bordo das aeronaves civis, função prevista na lei de criação da Agência. Mas este Governo acha o contrário. Ou seriam os lobistas da indústria da arma?”, questionou no Twitter.

Feghali considera que a pretensão governamental vai no sentido contrário a segurança do passageiro. "Pessoas armadas do seu lado ou dos seus filhos dentro de avião. Imagine. E ainda dizem que é para aumentar a segurança”, ironizou.

Nos governos passados, a recomendação da Anac era restringir ainda mais a presença de pessoas armadas em voos comerciais. Uma consulta pública chegou a ser anunciada sobre o assunto.