Vermelho

www.vermelho.org.br

08/08/2018

Givaldo Vieira critica defensores do projeto de lei Escola Sem Partido

Contrário as declarações do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), em publicação nas suas redes sociais nesta quarta-feira (8), o deputado federal Givaldo Vieira (PCdoB-ES) criticou o projeto Escola Sem Partido.
 

Givaldo destacou que “os defensores do projeto Escola Sem Partido são os mesmos que dizem que os portugueses não pisaram na África para escravizar e que os brasileiros herdaram dos negros a malandragem e dos índios a indolência”.

Durante evento da Câmara de Indústria e Comércio de Caxias do Sul (RS) na terça-feira (7), o general Hamilton Mourão disse que o Brasil herdou a “indolência” dos indígenas e a malandragem dos africanos.

Jair Bolsonaro disse durante sua participação no programa Roda Viva, que os portugueses jamais pisaram na África, sendo que os africanos é que entregariam seus conterrâneos sem qualquer esforço europeu.

“Ainda querem governar o Brasil. Deviam estudar história.”, frisou o deputado comunista.