Vermelho

www.vermelho.org.br

01/06/2016

Polícia invade manifestação do MTST com bombas e prende manifestante

A polícia militar de São Paulo mais uma vez demonstra truculência e incoerência em suas ações. Durante a manifestação da Frente Povo Sem Medo, que ocupou o prédio da presidência da República na Avenida Paulista, nesta quarta-feira (1º), a tropa de choque invadiu o ato lançando bombas, com cacetadas e deteve ao menos um manifestante.

A manifestação, convocada pela Frente Povo Sem Medo, composta também pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), tem como intuito denunciar o governo ilegítimo do presidente interino Michel Temer e os cortes no programa Minha Casa, Minha Vida.

Segundo Guilherme Boulos, a ocupação não tem prazo para ser encerrada. "Ocupamos o escritório da presidência da república, o prédio, por tempo indeterminado até que o governo recue nesse corte irresponsável", disse.

Ele afirma esperar que a mobilização tenha o mesmo direito que tem sido dado aos manifestantes que ocupam a calçada em frente ao prédio da Fiesp há mais de 70 dias.

"Seria uma hipocrisia sem tamanho a policia querer nos tirar daqui. Ha três meses tem gente acampada na Fiesp, nas mesmas calçadas da Avenida Paulista, sendo tratadas com filé mignon e selfie", afirmou.