Geral

13 de fevereiro de 2018 - 17h07

Segurados do INSS têm até 28 de fevereiro para realizar prova de vida

Reprodução da Internet
Temer, que aposentou aos 55 anos e recebe mais de R$ 30 mil, teve aposentadoria suspensa por não ter feito a comprovação de vida Temer, que aposentou aos 55 anos e recebe mais de R$ 30 mil, teve aposentadoria suspensa por não ter feito a comprovação de vida

Em todo país, três milhões de pessoas correm o risco de ter a aposentadoria suspensa por ainda não terem feito a comprovação de vida. No fim do ano passado, isso aconteceu até mesmo com o presidente golpista Michel Temer, que é servidor aposentado do estado de São Paulo. E é na região sudeste onde está metade dos segurados que ainda não realizaram o procedimento.

Entre os beneficiários da região norte, mais de 59 mil paraenses e 20 mil amazonenses encabeçam a lista dos que podem ter o pagamento da aposentadoria interrompido. No Maranhão esse número passa dos 95 mil. O procedimento é obrigatório e segundo o INSS, evita pagamentos indevidos de benefícios e fraudes.

Se o aposentado não puder ir até a agência bancária por motivo de doença ou por problemas de locomoção, o procedimento poderá ser realizado por procurador devidamente cadastrado no INSS ou representante legal.

Lembrando que estamos no carnaval, os bancos estão fechados e reabrem a partir do meio-dia de quarta-feira. Quem tiver dúvidas pode ligar para 135. A central de Teleatendimento do INSS vai funcionar em horário normal durante todos os dias da folia, das oito da manhã às 11 da noite, horário de Brasília.


Fonte: Brasil de Fato

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais