Brasil

6 de fevereiro de 2018 - 13h09

Daniel Almeida: Governo faz terrorismo, mas reforma não passa


Foto: Richard Silva
   
“Num ano eleitoral, os eleitores estão mais atentos e quem votar vai ser cobrado por sua base. Por esse receio, os parlamentares não votam. O governo tenta fazer um terrorismo. Diz que todos os problemas serão resolvidos se a reforma for aprovada. Mas isso não é verdade. Do ponto de vista do mérito não tem justificativa e do ponto de vista político não tem como defender. E não passando em fevereiro, o tema fica só para o próximo governo”, destacou.

Para Daniel Almeida, o presidente insiste no assunto para se manter na mídia e “acalmar” o mercado. “Temer é um presidente rejeitado e não tem legitimidade, mas esse é um tema que atrai a mídia e o mercado. Enquanto ele estiver falando sobre esse tema tem gente querendo ouvi-lo. É uma cortina de fumaça para sua proteção e para não ficar tão explícito o fracasso que é seu governo”, afirmou.

Confira a íntegra do vídeo:



Do PCdoB na Câmara 

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais