Brasil

6 de dezembro de 2017 - 15h38

Temer retira verba do combate à violência contra a mulher, diz Vanessa


Jefferson Rudy/Agência Senado
   
De acordo com a senadora, entre 2003 e 2013 o número de vítimas fatais do sexo feminino passou de mais de 3,9 mil para mais de 4,7 mil. Os números são do Mapa da Violência de 2015.

“O governo de Temer, que tanto dinheiro tem para liberar para parlamentares que votam a favor das suas propostas antipopulares, desativa programas de proteção à mulher. Como demonstram os vetos orçamentários os quais descontinuaram, por exemplo, a construção das Casas da Mulher Brasileira”, disse.

Reitor da UFMG

A senadora também se solidarizou com o reitor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Jaime Arturo Ramirez, que junto a outros professores, foi conduzido de forma coercitiva pela Polícia Federal nesta manhã. Eles foram depor na investigação de um suposto desvio de R$ 4 milhões na construção do Memorial da Anistia Política.

Vanessa Grazziotin disse que "toda investigação é bem-vinda", mas não justificam abusos. Ela afirmou que nenhum dos professores tinha conhecimento do processo e nem tinha sido intimado a depor.

“Não bastasse já o que aconteceu com o professor Luiz Carlos Cancellier, reitor da Universidade Federal de Santa Catarina, que se suicidou depois de tudo que sofreu. O que fizeram com Luiz Carlos Cancellier agora estão repetindo com dirigentes da Universidade Federal de Minas Gerais”, declarou Vanessa Grazziotin.


Fonte: Agência Senado

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais