Brasil

6 de dezembro de 2017 - 12h05

Vanessa: Temer e Congresso Nacional devem votar Reforma da Previdência


Agência Senado
   
Vanessa Grazziotin entende que as centrais sindicais recuaram nesta grande mobilização acreditando que o governo deixaria para o ano que vem a votação da Reforma Previdenciária, mas, a senadora comunista acredita que o governo votará a Reforma nos próximos dias e lembra que neste último domingo (3), Temer fez um novo jantar com líderes partidários com este intuito.

Nesta terça-feira (5), para imprensa o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) declarou que pretende votar o projeto ainda neste mês.

Ainda sobre o recuo das centrais sindicais a senadora explica que muitas pessoas criticam esse “vai e vem” das centrais sindicais. “Isso reflete a dificuldade do momento que estamos vivemos. O primeiro passo para superarmos as dificuldades, é reconhecer. Então, não adianta ficar atirando pedra”.

“Por outro lado, tem central sindical que está negociando com o governo os direitos dos trabalhadores. Lamentavelmente a Força Sindical é uma dessas centrais. Só se preocupa com a sua arrecadação. Não se preocupa com o trabalhador e tudo de ruim que o governo Temer vem fazendo com eles”. Para a senadora, a Reforma Trabalhista que entrou em vigor no dia 11 de novembro deste ano está trazendo danos antes do que se imaginava. “Está crescendo o número de trabalhadores ocupados, sabe como? Na informalidade”.

A senadora comunista alerta que estudos técnicos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que a tendência da Reforma Trabalhista é precarizar as relação de trabalho e não deverá abrir novos postos de emprego, apenas modificar os existentes. “O trabalhador que tem registro na carteira de trabalho será recontratado por contrato intermitente ou trabalho autônomo”.

Vanessa alerta que Temer não está sozinho nas maldades que vem fazendo, pois tem o apoio do Congresso Nacional.

“É preciso que todos tenham consciência disso, que eles formaram um consórcio entre meios de comunicação, empresários, parlamentares e o poder judiciário para fazer tudo isso”, conclui Vanessa Grazziotin.

Assista na íntegra:



Fonte: Portal PCdoB

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais