5 de dezembro de 2017 - 17h09

AnimaCine leva o cinema de animação a três cidades de Pernambuco 


Divulgação
O AnimaCine homenageará os 100 anos do cinema de animação no Brasil O AnimaCine homenageará os 100 anos do cinema de animação no Brasil
“Meu sonho é mostrar que existe uma animação pernambucana, nordestina. Grande parte das pessoas só teve acesso ao padrão americano ou japonês, por isso o brasileiro não é representado e isso é perigoso. O desenho animado direcionado às crianças é o primeiro formador de opinião e de uma identidade coletiva”, diz Lula Gonzaga.

Durante o festival serão exibidos 110 filmes de 21 países em mostras competitivas e paralelas. Foram inscritos 1.827 filmes de 96 países A programação inclui ainda a realização de masterclasses, debates, exposições e oficinas nas três cidades, além da inauguração do Museu de Cinema de Animação Lula Gonzaga (MUCA), na cidade de Gravatá. Segundo os organizadores do evento, o MUCA vai contar a trajetória da animação pernambucana e nacional. “Uma construção coletiva onde dezenas de mãos afetuosas contribuíram para a realização desse sonho”, afirmam.

O AnimaCine deste ano homenageará os 100 anos do cinema de animação no Brasil, contados a partir da exibição por Álvaro Martins do filme O Kaiser. O evento deste ano marca também os 45 anos do curta-metragem Vendo/Ouvindo (1972), de Lula Gonzaga, que será relançado em versão digital restaurada. Em sua terceira edição, o Animacine também homenageia um dos maiores incentivadores da animação brasileira, o diretor gaúcho Otto Guerra, e o cineasta e professor Maurício Squarisi, coordenador do Núcleo de Cinema de Animação de Campinas (SP).

Todas as atividades são gratuitas. Acompanhe a programação completa no site: www.animacine.com.br

Audicéa Rodrigues
Do Recife


  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais