Mundo

8 de novembro de 2017 - 16h27

Síria vai aderir ao Acordo de Paris, deixando os EUA isolados 


   
A Síria e a Nicarágua foram os únicos países que ficaram de fora do acordo de 2015. A Nicarágua assinou-o em outubro, e agora a Síria se prepara para fazer o mesmo.

Em junho, o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que se retirava - porém, devido às regras do documento, esse passo só pode ser dado em 2020. Devido a sua posição, Trump não foi convidado para participar na reunião do clima que acontecerá em Paris no mês de dezembro.

Mais de cem países foram convidados para a conferência, que será presidida por Emmanuel Macron, e que pretende "criar alianças" com empresários e fontes de financiamento para uma maior implementação do acordo, feito no âmbito da Convenção das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima e que rege as medidas de redução de emissões de dióxido de carbono a partir de 2020.



Fonte: Publico 

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais