6 de novembro de 2017 - 15h46

 Comitê de Vitória elege Comissão Política


 Gustavo Raft*

O comitê municipal de Vitória, reunido na última quinta-feira (02/11), no auditório da CTB, elegeu sua nova Comissão Política. Foram eleitos por unanimidade os camaradas: Namy Chequer, presidente; Anderson Falcão, secretário de organização e vice presidente; e Meiri Báfica, secretária de finanças. Outras tarefas ainda serão definidas na próxima reunião.

No debate político que antecedeu a escolha, os dirigentes trouxeram para o centro da discussão a necessidade de uma reaglutinação dos comunistas na Capital que se preocupe diretamente com as três grandes tarefas colocadas pela Conferência Municipal: fortalecer e enraizar o PCdoB nas massas e nas organizações populares; contribuir com o projeto nacional e estadual do Partido para as eleições de 2018; e preparar um partido forte em condições de apresentar candidaturas e projeto político em chapa própria às eleições municipais de 2020.

Na esteira do esforço da direção do PCdoB no Espírito Santo na reorganização do Comitê Municipal de Vitória, a direção delega as tarefas da comissão política a camaradas que, no seu conjunto, representam a coerência com o histórico político do partido no município. Ao mesmo tempo, olha para frente no partido que nasce ligado aos movimentos de base real.

O Comitê Municipal eleito pelos delegados à conferência, em 14 de outubro último, vai dirigir o partido até 2019 e é composta por 15 membros: Alcione Alvarenga, Anderson Falcão, Carlos Alberto Fioroti, Gustavo Raft, Leonardo Lopes, Maiara Báfica, Manuela Brum, Márcia Machado, Marcos Barbosa, Meiri Báfica, Mônica Simões, Namy Chequer, Ricardo Tristão, Rosimery Coelho e Wallace Silva.

O novo presidente do PCdoB em Vitória, Namy Chequer, é jornalista e ex-vereador do município, foi presidente da Câmara de vereadores na última legislatura e já presidiu o partido no Espírito Santo.

O secretário de organização e vice presidente, Anderson Falcão, também já presidiu o partido no estado, faz parte de uma geração de quadros comunistas forjada nos primeiros anos da legalidade pós-ditadura, e assumiu tarefas diversas no Comitê Estadual - na presidência, organização e recentemente na secretaria de relações institucionais.

A secretária de finanças, Meiri Báfica, é advogada há 34 anos filiada ao PCdoB, veio da Bahia e milita entre os capixabas há pouco mais de um ano, momento em que presidiu a organização dos comunistas no Comitê Distrital da UFES.



 *Gustavo Raft é radialista, membro do Comitê Estadual e do Comitê Municipal de Vitória.

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais