Brasil

16 de outubro de 2017 - 11h25

Divulgação de vídeos com delação que cita Temer aumenta crise com Maia

Foto: Beto Barata/PR
   

A publicação dos vídeos foram consideradas pelo governo como ação para constranger o Palácio do Planalto. O advogados de defesa de Temer disse que a divulgação dos vídeos era um ato “criminoso vazamento”.

Maia, por sua vez, reagiu às acusações do advogado. “Da minha parte, uma perplexidade muito grande ver o advogado do presidente da República, depois de tudo que fiz pelo presidente, da agenda que construí com ele, de toda defesa que fiz na primeira denúncia, ser tratado de forma absurda e – vamos chamar assim – sem nenhum tipo de prova, de criminoso", disse.

De acordo com Andréia Sadi, colunista do G1, Michel Temer mandou o ministro Antonio Imbassahy (PSDB) procurar Maia para tentar contornar o novo atrito entre eles em meio a votação da segunda denúncia. O encontro teria acontecido neste domingo (15).

Para o Planalto, o gesto de Maia foi para demonstrar a distância do governo, sinalizando a sua posição aos deputados que avaliam a denúncia.


Do Portal Vermelho, com informações de agências

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais