2 de outubro de 2017 - 10h21

Trabalhadores da Chesf realizam ato contra privatização da Eletrobras

O dia 3 de outubro foi escolhido por trabalhadores de todo o Brasil como o Dia Nacional em Defesa das Empresas Públicas. O dia 3 de outubro foi escolhido por trabalhadores de todo o Brasil como o Dia Nacional em Defesa das Empresas Públicas.

A realização de atividades por todo o Brasil durante o Dia Nacional em Defesa das Empresas Públicas tem o objetivo de conscientizar a sociedade brasileira sobre os riscos do processo de privatização do setor elétrico já iniciado pelo governo de Michel Temer.

A agenda de lutas contra a privatização do setor elétrico nacional, coordenada nacionalmente pelo Coletivo Nacional dos Eletricitários (CNE), tem ganhado mais força e adesões a cada dia. Nacionalmente, estão sendo realizados atos, debates e audiências públicas em todos os Estados. A última aconteceu na Assembleia Legislativa do Piauí, na quinta-feira (28/09).

No Ceará, a mobilização contra a venda da Eletrobras/Chesf está sendo encampada pelo Sindeletro e pela Frente Nacional em Defesa da Chesf do Congresso Nacional, que tem no Estado como presidente o deputado André Figueiredo (PDT). A venda da Eletrobras implicará em prejuízos imediatos para a população, como o aumento da tarifa de energia elétrica.

Atualmente, o valor pago pela energia elétrica é calculado em valores fixos, o chamado regime de cotas. Em caso de uma privatização, o valor da energia irá variar ao sabor do mercado. “Teremos aumentos exorbitantes na conta de energia, a exemplo do que está ocorrendo agora com o preço da gasolina, que varia conforme a cotação do dólar”, enfatiza diretora do Sindeletro, Luciana Fonseca.

A venda da Chesf, uma das 14 subsidiárias da Eletrobras, terá um impacto social incalculável para a região Nordeste. Um dos grandes riscos da privatização é a ameaça ao rio São Francisco, cujo controle da vazão de suas águas é feito pela Companhia.

O Velho Chico tem fundamental importância para a economia da região porque suas águas servem tanto para a geração de energia quanto para irrigação, pesca, transporte e consumo humano. O projeto de transposição São Francisco, em fase de conclusão, é estratégico para garantir o abastecimento de rios e açudes nas áreas mais secas do Nordeste.

Serviço

Ato dos trabalhadores da Chesf contra a privatização da Eletrobras/Chesf

Data: terça-feira (03/10)
Hora: a partir das 8h
Local: Sede da Chesf em Fortaleza - Av. Costa e Silva nº 4677 – Fortaleza.



Fonte: Sindeletro

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais