19 de setembro de 2017 - 18h49

Vanessa Grazziotin destaca protestos contra Temer durante Rock in Rio


Jefferson Rudy/Agência Senado
   
Para ela, o fato é justificado pela insatisfação dos brasileiros que não querem a continuidade de Temer no exercício do cargo. Segundo a senadora, uma parte da população apoiou o impeachment de Dilma Rousseff porque acreditava que, com isto, a corrupção diminuiria e a crise seria encerrada. Essa mesma população, no entanto, hoje vai aos locais públicos para protestar contra o atual governo, porque está vendo que nada aconteceu.

“Temos assistido a população se mobilizando e protestando contra o presidente da República de forma muitas vezes espontânea, algumas vezes apenas com a presença de um determinado cantor. E nós precisamos perguntar por que essa manifestação tem sido a mais presente no evento. Por que será que isso acontece? E a resposta é muito simples: a população brasileira não quer mais ver a continuidade de Michel Temer à frente da Presidência da República, apenas isso”, pontuou.

Uma pesquisa Confederação Nacional do Transporte (CNT) com o Instituto MDA, divulgada nesta terça-feira (19), reforça o argumento da senadora. O governo de Michel Temer tem a pior avaliação da história da pesquisa, com aprovação de apenas 3,4% dos brasileiros entrevistados, sendo que 75,6% o avaliam como negativo.

Quando a avaliação é pessoal, o índice de rejeição só aumenta, batendo o nível mais baixo da série, iniciada em 2011: 84% dos entrevistados desaprovam Temer. Em fevereiro, eram 62%.

Desde que assumiu o poder, por meio de um golpe contra o mandato da presidenta Dilma Rousseff, o índice de reprovação a Temer só cresce. Em junho do ano passado, após o impeachment, a rejeição era de 40%. Depois, o índice subiu para 51%, 62%, e agora está em 84%.


 Do Portal Vermelho, com Agência Senado

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais