Brasil

5 de setembro de 2017 - 22h04

Lula agradece “lealdade do companheiro Flávio Dino”


Foto: Divulgação
   
“Quero agradecer a lealdade, carinho e dedicação do companheiro Flávio Dino”, afirmou Lula ao iniciar seu discurso.

O governador do Maranhão foi um dos principais críticos do processo de impeachment que vitimou a ex-presidenta Dilma Rousseff. Flávio Dino também escreveu um artigo na Folha de S. Paulo criticando a condenação de Lula na Justiça.

Falando para milhares de pessoas no centro de São Luís, Lula destacou as mudanças vividas pelo povo nordestino no período em que ele e Dilma Rousseff governaram o Brasil. “O que eu tenho orgulho? Hoje o Nordeste tem 1 milhão e 600 mil jovens na universidade. São 20% dos universitários no país. Pela primeira vez, mais do que a região Sul. O mesmo Nordeste que era conhecido pelo analfabetismo e pela evasão escolar”, disse o ex-presidente.

Milhares de maranhenses foram receber Lula junto com Flávio Dino

São Luís foi a última etapa da caravana que percorreu os estados nordestinos. “Essa caravana mexeu com o coração do povo brasileiro, apesar da grande imprensa não ter noticiado”, pontuou o ex-presidente, ao agradecer a hospitalidade do povo nordestino que recebeu Lula de braços abertos, por todos os lugares onde passou. Prefeitos, governadores e os movimentos sociais e sindicais também foram lembrados pelo ex-presidente, que agradeceu a dedicação à caravana.

“Eu comecei a caravana em um encontro com trabalhadores do Metrô, foi uma das coisas mais emocionantes da minha vida. Eu que lidei com trabalhadores a vida toda, eu nunca vi pessoas com tanta esperança de recuperar o país quanto os trabalhadores que me receberam naquele dia”, disse Lula, ao relembrar a chegada a Salvador no dia 17 de agosto.

Esperança foi o tom da caravana Lula Pelo Brasil. Esperança ao povo que deixou a fome para trás e que agora não deve aceitar a sombra do retorno da miséria. “A fome não leva à revolução, leva à submissão. Porque a pessoa não tem força sequer pra lutar. Daí o pobre não se organiza em partido, em sindicato”, frisou Lula, que se tornou o presidente responsável por tirar o Brasil do Mapa da Fome da ONU.

Lula encerrou a caravana com um recado e uma convocação. “Pra ser respeitado o Brasil precisa gostar de si mesmo. Ninguém pode perder a esperança. Se eles pensam que o problema é o Lula, é bom eles tirarem o cavalo da chuva. Porque nós já temos milhões e milhões de pessoas que pensam como o Lula.”

Distância dos Sarney

Com as declarações desta noite, o ex-presidente Lula marcou de vez sua distância de seus ex-aliados da família Sarney. Em seus dois dias de estadia na capital maranhense, ele fez questão de não se encontrar com Sarney ou Roseana. Ambos até saíram da cidade para não passar pelo vexame de estarem em São Luís e não serem visitados.

Em sua fala, o governador Flávio Dino defendeu a participação do ex-presidente Lula na disputa do próximo ano. “Só pode haver eleições limpas em 2018 com Lula na urna”, afirmou.

Os maranhenses lotaram a praça Dom Pedro II, no centro histórico de São Luís. Diante deles, Lula levantou o braço de Dino e chamou os adversários políticos para a disputa: “Eles que se cuidem, porque nós vamos voltar a governar esse país”. “Eles se enganam se pensam que o problema é o Lula, podem tirar o cavalinho da chuva. Tem milhões e milhões que pensam como o Lula. O Lula é apenas mais um”, acrescentou o petista.

Flávio Dino disse que o ex-presidente “é perseguido todos os dias” e buscou mobilizar a esquerda: “Não tem para a direita, não tem para a burguesia. Nós vamos mobilizar o povo deste país”.

“Todas as vezes, Lula, que você precisar, pode contar com o povo do Maranhão. É um povo que não se rende, que tem força e energia”, disse o governador.

“Fora, Sarney”

Não foi só o coro “Fora, Temer” que fez parte do evento. A plateia também entoou “Fora, Sarney”, durante a fala do coordenador nacional do MST, José Stédile. Apesar da tentativa do ex-senador, Lula não quis incluir uma reunião com Sarney na agenda. Em vez disso, teve três encontros com Flávio Dino.

Assista ao ato em São Luís:





Do Portal Vermelho, com informações da assessoria de Lula

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais