Brasil

4 de setembro de 2017 - 15h31

Faleceu Nathalia Oliveira e UJS perde uma voz em defesa do socialismo


A jovem Nathalia adorava as artes e fazia teatro no projeto Valores de Minas e era da bateria da UJS A jovem Nathalia adorava as artes e fazia teatro no projeto Valores de Minas e era da bateria da UJS
A tristeza que tomou conta é a exata antítese das característica da Naty, como era conhecida. A sorridente menina irradiava alegria em sua volta. Apaixonada pelas artes, estudava teatro no projeto Valores de Minas. Expressava sua paixão artística também pela música na bateria da UJS (foto). Mas a luta pelo socialismo era o que realmente alimentava de amor o jovem coração que parou hoje de bater.

A convicção que nutria pela causa foi mais uma vez comprovada na última sexta-feira, nas palavras escritas na mensagem que Naty enviou para seu amigo Gabriel Luna. "Eu posso ajudar muito. Eu não quero abandonar a militância, apesar de ter pensado muito nisso, e arrumar um emprego, formar e viver uma vida normal. Mas eu quero fazer algo grande de verdade e na UJS eu tenho essa oportunidade e vou tentar."

Natália conheceu e se filiou na UJS em janeiro de 2016, quando a sua escola Ricardo Souza Cruz foi ocupada. A entidade de jovens homenageou sua militante em nota publicada:“Ela vivia dizendo que a UJS tinha mudado a sua vida, sua forma de pensar e de olhar as coisas. Mas ela não sabia que tinha mudado a nossa, nos dando a convicção diária de que a luta valia a pena. Perdemos uma voz. Uma voz importante, imponente e forte. Mas a canção que a Naty entoava continuará a ser ouvida. Por um mundo justo, de oportunidade, liberto e igual.

A jovem era também militante do PCdoB e os comunistas mineiros expressam sua profunda solidariedade aos amigos militantes e familiares de Nathália.



  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais