Brasil

23 de agosto de 2017 - 19h49

Luciana: Reduzir danos da reforma política; contra venda da Eletrobras


Foto: Reprodução/PCdoB
Luciana Santos Luciana Santos
Sobre a reforma, a deputada ressaltou o trabalho da bancada do PCdoB na Câmara para tentar barrar os retrocessos contidos na proposta de mudança no sistema político brasileiro. "Trata-se de uma votação complexa que tem exigido da nossa bancada um grande esforço de articulação e de diálogo para que a gente consiga, mesmo diante de uma proposta tão limitada e excludente, diminuir os prejuízos à democracia e à participação popular".

Luciana Santos criticou os chamados Distritão e Distrital-misto. Para ela, é um meio de enfraquecer os programas dos partidos políticos. "O objetivo das elites dominantes é restringir a democracia, enfraquecer os partidos populares e fortalecer os grandes partidos interessados em aplicar o receituário neoliberal de acabar com os direitos dos trabalhadores e vender o país para pagar em dia os juros mais altos do mundo aos rentistas".

Aos comunistas a presidenta orientou: "Nossa tarefa é reunir forças para reduzir ao máximo o dano desta política antidemocrática que dificulta a capacidade do povo resistir às reformas regressivas como a da previdência e da reforma trabalhista em curso".

Para a dirigente, com a privatização da Eletrobras o governo está liquidando a capacidade do país de retomar qualquer plano nacional de desenvolvimento. “É inaceitável que o Estado abra mão da participação em setores da economia que são fundamentais, de interesse público”, afirma.

Confira abaixo a íntegra:


Fonte: PCdoB

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais