Economia

31 de julho de 2017 - 17h12

Gasolina teve aumento recorde após elevação de impostos


   
 Este é a maior elevação registrado pela ANP desde o início do levantamento de preços, em 2004. O etanol teve a segunda maior alta da série histórica, com 8,86%, e o diesel, o quarto maior aumento, de 5,05%.

A pesquisa divulgada na última sexta (29) pela agência apontava que o preço médio da gasolina foi de R$ 3,749 por litro na semana passada, R$ 0,285 a mais do que o cobrado na semana anterior.

Antes, o maior aumento verificado pela agência, em termos percentuais, foi na semana de 17 de setembro de 2005, com 7,85%.

No último dia 20, o governo aumentou as alíquotas de PIS/Cofins, na tentativa de cumprir a meta fiscal para 2017. Com isso, o preço dos impostos na gasolina dobrou e chegou a R$ 0,41 por litro.

No caso do diesel, o aumento foi de R$ 0,21 por litro, e para o etanol, de R$ 0,32. Depois, o valor cobrado sobre o etanol foi revisto para R$ 0,24, adequando a alta ao limite legal para a cobrança de impostos sobre o combustível.

Na semana passada, preço do etanol hidratado subiu R$ 0,211 por litro nas bombas brasileiras na semana passada, chegando a R$ 2,592, segundo a ANP. O aumento só foi menor do que os 8,98% verificados na semana de 10 de outubro de 2015.

Ainda de acordo com a agência, o diesel comum ficou R$ 0,147 mais caro por litro, passando R$ 3,056, em média.


  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais