Mundo

12 de julho de 2017 - 13h02

Iraquianos comemoram vitória histórica sobre o Estado islâmico


 Soldados Iraquianos comemoram vitória sobre o Estado Islâmico em Mossul  Soldados Iraquianos comemoram vitória sobre o Estado Islâmico em Mossul
Milhares de iraquianos se reuniram nesta segunda-feira em Bagdá para celebrar a vitória histórica sobre os militantes extremistas do Estado Islâmico (ISIS) na cidade de Mosul.
 
Longas filas de carros de civis decorados com rosas, buzinam e percorrem as principais ruas da capital iraquiana de Bagdá, enquanto centenas de pessoas em grupos levantavam bandeiras iraquianas, dançavam e cantavam canções de vitória e se felicitavam em muitas áreas em toda a cidade, incluindo Tahrir Square Mansour e distritos de Bagdá al-Jadida.
 
"Felicito todos os iraquianos pela grande vitória sobre o grupo terrorista Daesh (ISIS) que foi alcançada pelo sangue dos mártires de nossas forças de segurança e a unidade de todos os iraquianos sob a liderança do primeiro-ministro Abadi," disse Ismail Hameed à Xinhua.
 
"Esta celebração é de todos os iraquianos, não importa sua religião ou grupos étnicos, porque o Daesh é inimigo de todos nós, e isso é uma reviravolta em nossa vida," disse Hameed, que estava comemorando em uma reunião de jovens em Praça Tahrir no centro de Bagdá.
 
"Eu tenho sentimentos misturados de felicidade por derrotar o ISIS em Mosul e tristeza por meus colegas que se martirizaram nas batalhas anteriores com Daesh. No entanto, eu quero felicitar todos os iraquianos por esta grande vitória," Saad Aziz, um soldado no distrito de Mansour, no oeste de Bagdá, disse à Xinhua.
 
As forças de segurança iraquianas intensificaram as medidas de segurança e bloquearam algumas ruas para proteger as celebrações, à medida que dezenas de soldados e forças policiais foram implantados nas principais ruas e áreas comerciais lotadas.
 
No início do dia, Abadi declarou oficialmente Mosul livre do ISIS depois de quase nove meses de muita luta para expulsar os militantes extremistas de seu último grande refúgio no Iraque.
 
"Eu declaro ao mundo inteiro o fim, o fracasso e o colapso do estado de Daesh, o estado do grupo terrorista ISIS, que eles o anunciaram aqui em Mosul há três anos," disse Abadi em um discurso em Mosul.
 
"Temos outras missões, reconstrução e limpeza de células Daesh, que precisarão de esforço de inteligência," disse Abadi.
 
O Iraque também "precisa de unidade, assim como nós fomos unidos na eliminação de Daesh, temos que ser unidos para restaurar a estabilidade dessas áreas e o retorno das pessoas deslocadas e reconstruir as áreas que liberamos," acrescentou Abadi em seu discurso.
 
Em 17 de outubro, Abadi anunciou o início de uma grande ofensiva para retomar Mosul, a segunda maior cidade do país.
 
Mosul, a 400 km a norte da capital do Iraque, Bagdá, estava sob o controle do ISIS desde junho de 2014, quando as forças do governo abandonaram suas armas e fugiram, permitindo que os militantes do ISIS tomassem o controle de partes das regiões do norte e oeste do Iraque.


 Fonte: China Xinhua News

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais