Brasil

9 de julho de 2017 - 16h09

Joesley diz que não tem provas da suposta conta de Dilma e Lula


Reprodução
   
Ele havia afirmando que ele mesmo abriu as contas. Agora, em novo depoimento à Polícia Federal, Joesley admitiu não ter provas das tais contas no exterior. A contradição do empresário, que ocupou as manchetes, foi parar numa discreta nota do portal O Globo, do jornalista Lauro Jardim, deste domingo (9).

De acordo com o colunista, apesar do Joesley dizer que ele mesmo abriu a conta no exterior, ele admite que não tem provas das contas secretas que disse à Lava Jato ter criado para Lula e Dilma, no exterior.

Para fechar acordo de delação, Joesley disse que, durante os mandatos dos presidentes, criou uma conta para Lula e outra para Dilma que eram abastecidas com depósitos supostamente desviado de esquemas de corrupção em órgãos do governo federal, com auxílio do ex-ministro Guido Mantega. Ainda de acordo com ele, o montante na contas chegava a nada menos que a cifra de US$ 150 milhões, que agora desaparecem num passe de mágica.

Joesley seguiu o roteiro das delações acordadas na Lava Jato: citam Lula ou Dilma, mesmo sem provas das acusações, como determina a lei sobre delação.


Do Portal Vermelho, com informações de agências

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais