Brasil

30 de junho de 2017 - 17h22

Com dificuldade para barrar denúncia, Marun assume suplência no CCJ


Agência Câmara
   
Marun substitui o deputado Valtenir Pereira (PSB-MT), que era do PMDB, mas mudou de partido. A comissão tem 67 deputados titulares. Caso o partido decida pela troca, outros 67 suplentes podem substituí-los.

A CCJ deverá elaborar um parecer sobre a denúncia da PGR, recomendando ou não o prosseguimento da denúncia. Esse parecer deverá ser apreciado pelos seus membros. Depois de votados, seja qual for o resultado, o relatório será votado pelo plenário da comissão.

Na vaga de suplente, Carlos Marun terá direito a votar na comissão se algum membro titular do bloco do PMDB estiver ausente. Diante das especulações, a assessoria de imprensa da liderança do PMDB na Câmara se viu obrigada a informar por meio de nota que a nomeação “não tem nada a ver com troca de deputado por voto”.

O partido explicou que Valtenir Pereira mudou de sigla e, como a vaga é de direito do PMDB, foi realocada para um membro da bancada.

No entanto, aliados de Temer já admitem que será difícil barrar denúncia na Câmara diante da debandada da base aliada. Portanto, a troca pode indicar a tensão do governo para tentar evitar a derrota.


Do Portal Vermelho, com informações do G1

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais