Brasil

5 de junho de 2017 - 12h12

 PCdoB realiza encontro para debater a ação institucional no Pará


Alessandra Sardinha
 Inácio Arruda durante a abertura do encontro no Pará  Inácio Arruda durante a abertura do encontro no Pará
 

 Com grande espírito de luta e disposição ao debate, a militância do PCdoB, dando uma pausa tática nas frentes de batalha, se encontrou no dia 03 de junho de 2017, para conversar sobre o atual quadro político, social e econômico do país e do estado objetivando orientar politicamente e instrumentalizar o coletivo partidário, com a realização do 1º Encontro Institucional, em Belém do Pará.

Esse vitorioso evento acontece em um momento de crise aguda com a ofensiva golpista das forças neoliberais, em meio a uma grande instabilidade política, contra a democracia, os direitos do povo, a soberania e a economia nacional, enfim em processo de desconstrução da nação brasileira. O que coloca como necessidade imediata fortalecer o Partido em todas as frentes de atuação para que possa dar conta das tarefas ora colocadas com muita intensidade.

Com as palavras de ordem “Fortalecer o PCdoB na luta pelo Socialismo”, “Diretas Já” e “Fora Temer”, o evento veio no intuito de envolver o coletivo partidário, a partir de sua direção, estadual e municipais. Nesse sentido, o encontro foi produtivo, pois contou com a presença de 130 camaradas de 20 municípios de todas as regiões; 35 membros do Comitê Estadual; dirigentes municipais; mandato estadual, vice-prefeito, 11 vereadores, 06 secretários municipais, mais de uma dezena em cargos de governos municipais e assessores; além de militantes das frentes de massas com atuação na CTB, UJS, UBM e UNEGRO.

O evento participativo teve início com a projeção de um vídeo com as ações da comissão institucional e dos camaradas que atuam na área demonstrando a dinâmica e a dimensão da tarefa, seguido do ato político de abertura coordenado pela camarada Sandra Batista, presidente da UBM, com a participação dos camaradas: Inácio Arruda, representando o comitê central, Jorge Panzera, presidente do comitê estadual, Lélio Costa, deputado estadual e vice-presidente estadual do PCdoB, Isomar Barros, vice-prefeito de Óbidos, Altair Brandão, vereador de Belém, Regina Brito, vereadora de Palestina do Pará, e Érico Leal, secretário institucional, que fez a abertura.

A programação contou com a exposição pela manhã dos camaradas Inácio Arruda e Jorge Panzera, que discorreram sobre a conjuntura nacional e estadual e a linha política à Frente Institucional, e a apresentação do camarada Lélio Costa sobre a atuação do mandato na Alepa, enquanto oposição programática ao governo neoliberal no Pará. Realizou-se um proveitoso debate no sentido de barrar o golpe, constituir a Frente Ampla em defesa da democracia, fortalecer as lutas de massas através das organizações sociais e populares, com ênfase na Frente Brasil Popular, na luta pelas Diretas Já e Fora Temer; assim como, no Estado, derrotar os tucanos em 2018, construir a chapa própria para reeleger e ampliar a presença na Assembléia Legislativa, e buscar eleger deputado federal e alcançar os 2% dos votos válidos.

À tarde, sob a coordenação do camarada Cléber Rezende, presidente da CTB, constituiu-se a mesa redonda sobre a Atuação da Frente Institucional no Pará ( camarada Érico Leal); Experiência e Perspectiva no Parlamento (camarada Sandra Batista) e Experiência e Perspectiva no Executivo Municipal (camarada Eneida Guimarães – diretora da Escola Estadual de Formação). Onde foi apresentado, pelo secretário institucional, o documento “Atuação na Frente Institucional para Fortalecer o PCdoB na Luta pelo Socialismo”, que trata dos objetivos, abrangência, linha de atuação, papel do Partido, presença institucional no Pará, valorização e desafios, mandato estadual, e tarefas.

O coletivo partidário elevou politicamente o evento com suas intervenções de conteúdo, demonstrando entendimento da linha política e propondo seu desenvolvimento aos dias atuais; assim como, a necessidade de potencializar esse importante espaço de luta que é a frente institucional. Trouxe para o debate os problemas existentes no dia a dia da prática e discutiu o aprimoramento da ação tendo como norte nosso programa socialista.

Com a ampla aceitação dos presentes foi aprovado um documento que  será encaminhado ao Comitê Estadual, com as respectivas propostas e que servirá como referência para a ação no estado. 

Também foi aprovada uma Moção de Repúdio e Punição contra a Chacina de Pau D’Arco, com o assassinato promovido pela Política do Estado governado por Simão Jatene(PSDB) de uma dezena de trabalhadores rurais sem terra.

O proveitoso encontro foi encerrado com o tradicional um,dois,três,quatro,cinco mil e viva o Partido Comunista do Brasil. 

 

 



 Érico de Albuquerque Leal -Secretário Institucional do PCdoB/Pará com edição da Secretaria Estadual de Comunicação/Pará

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais