Movimentos

19 de maio de 2017 - 16h46

UGT: O Brasil precisa de eleições diretas já!


Militantes da UGT na greve geral do dia 28 de abril Militantes da UGT na greve geral do dia 28 de abril
Confira na íntegra a nota da central:

NOTA OFICIAL DA UGT: O Brasil precisa de eleições Diretas Já!

18/05/2017

Considerando a gravidade das acusações que envolvem o presidente Michel Temer (PMDB), o senador Aécio Neves (PSDB/MG), e outras importantes autoridades públicas (PMDB/PR), a União Geral dos Trabalhadores (UGT), só vê como saída para o grave momento político que a Nação esta vivendo, a convocação de eleições Diretas. Só uma nova ordem política é capaz de resgatar a confiança do povo brasileiro diante do mar de lama que tomou conta da classe política brasileira. Por essa razão a UGT, que desde a sua fundação carrega consigo o DNA de uma entidade reformista, defende que a sociedade, a partir de agora, cobre dos governantes uma ampla e irrestrita reforma política.

É fato que o atual modelo político favorece a realização de ações ilícitas, desvio de recursos públicos e favorecimento de uma pequena elite política e empresarial, que nos últimos anos vem sendo desvendado por meio da Operação Lava Jato.

A bandeira de uma reforma política, neste momento, é uma aspiração de toda a sociedade, isso porque o Estado centralizador dos recursos e dos encargos manipula partidos e parlamentares. Isso há muito tempo a UGT vem denunciando.

Devido a todos os acontecimentos amplamente noticiados, a única alternativa para tirar o País do atoleiro político institucional é que o Congresso tome consciência do real papel de suas funções no Estado democrático de Direito, convocando urgentemente eleições Diretas.

União Geral dos Trabalhadores


UGT

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais