América Latina

18 de maio de 2017 - 16h21

Queda de Aécio desmascara direita venezuelana, diz vice-presidente

Divulgação
Em evento no Brasil, Lilian Tintori denuncia a "falta de democracia" do governo Maduro a Aécio Neves Em evento no Brasil, Lilian Tintori denuncia a "falta de democracia" do governo Maduro a Aécio Neves

El Aissami se pronunciou pelo Twitter nesta quinta-feira (18), para destacar a relação de Aécio Neves com os setores de direita de seu país. O vice-presidente também denunciou a tentativa de desestabilização apoiada pelo senador brasileiro que, por diversas vezes, acusou o governo de Maduro de antidemocrático.

“A cada golpista e corrupto: chegará sua hora de justiça! Estes bandidos [Aécio e Temer] são os que pretendiam (junto com os daqui) nos falar de democracia”, disse o vice-presidente.

A ministra das Relações Exteriores da Venezuela, Delcy Rodriguez, recordou a ligação entre Aécio e a esposa de Leopoldo Lopez, Lilian Tintori, que esteve no Brasil para denunciar a “falta de democracia” na Venezuela. “Senador golpista Aécio Neves [está] envolvido em graves fatos de corrupção é o principal articulador da direita fascista venezuelana no Brasil”.

A Venezuela passa por uma grave crise política e econômica, impulsionada em grande parte pela movimentação golpista dos opositores de Maduro que, durante todo o tempo, tiveram a contribuição da direita brasileira.


Do Portal Vermelho, Mariana Serafini

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais