Brasil

17 de maio de 2017 - 19h29

PC da China reforçará desenvolvimento da filosofia e ciências sociais

Liu Yunshan, presidente da Escola do Partido do Comitê Central do PCCh e um membro do Birô Político, discursa durante a cerimônia de abertura para o segundo grupo de estudantes no semestre de primavera da escola de 2017, em Pequim Liu Yunshan, presidente da Escola do Partido do Comitê Central do PCCh e um membro do Birô Político, discursa durante a cerimônia de abertura para o segundo grupo de estudantes no semestre de primavera da escola de 2017, em Pequim

As organizações do PCCh de diversos níveis devem incluir esses estudos em suas agendas, liderá-los e guiá-los, de acordo com uma diretriz emitida pelo Comitê Central do PCCh, que foi publicada na terça-feira.

O marxismo continuará sendo a teoria diretriz em filosofia e ciências sociais na China, disse, pedindo maiores esforços para promover a sinicização, a modernização e a popularização do marxismo e o desenvolvimento de um marxismo que se ajuste ao Século 21 e à China contemporânea.

Também destacou o estudo das teorias novas do Partido desenvolvidas desde o 18º Congresso Nacional do PCCh em 2012 e a aplicação delas na pesquisa acadêmica.

O sistema acadêmico de filosofia e ciências sociais com características chinesas deve combinar os frutos da cultura tradicional do país com teorias estrangeiras e inovar em conhecimento, teorias e métodos, disse a diretriz.

No documento também se propuseram reformas sobre atribuição de fundos e recursos humanos.


Fonte: Xinhua

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais