17 de maio de 2017 - 11h20

Luciana Santos: Não podemos nos intimidar com a ofensiva midiática


   
A dirigente destacou ainda a nova contraofensiva dos movimentos no dia 24 em Brasília para barrar as reformas da Previdência e trabalhista, propostas pelo governo ilegítimo. Para Luciana, é preciso aproveitar que a maioria da população é contra as reformas e elevar “a conscientização política e a mobilização do povo” para barrar essa agenda ultraliberal do governo golpista. 

Campanha de estruturação partidária

A presidenta Luciana Santos orienta os comunistas para se colocar em prática a campanha nacional de estruturação partidária, que propõe “uma ação planejada, integral e sinérgica, com destaque nas ações de organização, comunicação, finanças e formação do partido”. 

“Precisamos de um PCdoB forte, organizado e atuante para enfrentar os grandes desafios que teremos pela frente”, ressalta.

“Como marca de um partido ousado e de vanguarda, o PCdoB entra na era digital”, assim, a presidenta do PCdoB aborda a questão dos instrumentos de propaganda e agitação do Partido, como o aplicativo, o novo site e A Classe Operária.

“As frentes de mobilização de massas e a ação junto a setores variados da sociedade foram de grande valor na resistência e assim devemos continuar. Entendemos que só será possível vencer esse governo com a garra e a coragem do povo. Um PCdoB forte, organizado e atuante, camaradas, está em nossas mãos!”

Assista a integra do vídeo abaixo:




Do Portal Vermelho, Eliz Brandão

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais