Mundo

15 de maio de 2017 - 14h56

Xi Jinping: Cinturão e Rota galvaniza cooperação global

Xi Jinping, durante sessão do Fórum Cinturão e Rota Xi Jinping, durante sessão do Fórum Cinturão e Rota

Xi fez o comentário na Cúpula de Mesa Redonda de Líderes no Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional em Pequim. "O desenvolvimento do Cinturão e Rota não é fechado, nem direcionado contra nenhuma parte", disse Xi à cúpula.

Proposta em 2013, a Iniciativa do Cinturão e Rota é um importante plano para conectar a Ásia com a Europa e a África ao longo e além das rotas comerciais antigas, construindo uma rede de comércio e infraestrutura sem precedentes.

Na cúpula de segunda-feira, Xi falou sobre os grandes desafios que o mundo enfrenta: o comércio e o investimento desacelerados, a globalização econômica hesitada, o desenvolvimento cada vez mais desequilibrado, o impacto da migração de grande escala de refugiados e imigrantes, assim como guerras, conflitos e terrorismo.

Os países estão explorando seus próprios caminhos para lidar com esses desafios e aplicaram boas estratégias e iniciativas de desenvolvimento, mas é difícil depender de um país só para abordar ou resolver os problemas globais, assinalou Xi, citando a interdependência entre nações.
Somente por alinhar suas políticas e integrar fatores econômicos e recursos em uma escala global é que os países podem criar sinergia para promover a paz, estabilidade e desenvolvimento compartilhado do mundo, notou ele.

Ante essas circunstâncias, o mundo pode aproveitar a sabedoria e força da antiga Rota da Seda, que destaca o espírito da paz e cooperação, abertura e inclusividade, aprendizagem recíproca e benefício mútuo, afirmou Xi.

Embora originada da China, a Iniciativa do Cinturão e Rota pertence ao mundo todo, enquanto seu desenvolvimento supera regiões, fases de desenvolvimento e civilizações, segundo o presidente.
Ele descreveu o desenvolvimento do Cinturão e Rota como uma "marca de cooperação", aberta e inclusiva, e um bem público global fornecido conjuntamente por todas as partes.

De acordo com o presidente, sob o quadro do Cinturão e Rota, todos os países e regiões podem enfrentar os desafios globais com mãos dadas com base no princípio de consulta extensiva, contribuição conjunta e benefícios compartilhados.

A iniciativa também permite que os países criem novas oportunidades e impulso de desenvolvimento, e aproveitem suas vantagens comparativas para resultados de benefício mútuo, construindo assim uma comunidade de futuro compartilhado da humanidade, disse ele.

Xi disse estar contente de ver respostas positivas e apoio amplo à iniciativa da comunidade internacional, com mais de 100 países e organizações internacionais já envolvidas nela.
Um total de 29 chefes de Estado e líderes governamentais assistiram ao fórum de dois dias.
Outros delegados incluem funcionários, empresários, financistas e jornalistas de mais de 130 países, e representantes de importantes organizações internacionais.


Fonte: Xinhua

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais