Brasil

9 de maio de 2017 - 14h21

Centrais repudiam despejo da Superintendência do Trabalho no RJ 

   

O ato aconteceu em virtude do fato de se encontrar protocolado no gabinete do Ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, um processo com o objetivo de entregar todo o prédio para a utilização do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-RJ). No prédio estão localizados e convivem harmoniosamente a Superintendencia Regional do Trabalho e Emprego do Rio de Janeiro (SRTE-RJ), o TRT-RJ e outras instituições do gênero. Se não bastasse o sucateamento e a redução do quadro de funcionários, o desmonte da Auditoria Fiscal do Trabalho, somados as medidas aprovadas no Congresso Nacional como a reforma trabalhista, a reforma da previdência e a terceirização, o despejo da Superintendência Regional do Trabalho é mais um ataque à classe trabalhadora do Rio se Janeiro imposta pelo governo golpista de Michel Temer.
 
O Secretário de Comunicação e Imprensa da CTB-RJ, Paulo Sérgio Farias se manifestou contra o despejo. “A CTB e contra esta medida. Ela é um golpe contra o trabalhador do Estado do Rio de Janeiro. É um golpe contra o trabalho e merece o repúdio de todas centrais sindicais e temos que mover todas as nossas energias contra a saída da SRTE/RJ deste histórica sede", afirmou Paulo Sérgio.


CTB-RJ

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais