Geral

21 de abril de 2017 - 14h23

Pesquisa acentua fragilidade de Temer e dá fôlego à eleições gerais


Roberto Parizzoti/CUT
   
A pesquisa integra uma série que já apontou a popularidade do presidente despencando, a rejeição às reformas que retiram direitos trabalhistas e sociais e o amplo favoritismo de Lula, caso a eleição presidencial fosse hoje.

Em entrevista concedida à revista CartaCapital, o presidente da CUT, Vagner Freitas, afirma que a conjuntura política do país fortalece não só a convocação da greve geral para o dia 28 de abril como dá fôlego por um novo movimento por diretas já. Segundo ele, a saída da crise política passa necessariamente por novas eleições. “Nossa proposta é convocar eleição geral, renovar tanto o Executivo quanto o Legislativo. Todo o sistema está corroído”, diz Vagner, que defende também uma ampla reforma política, mas com participação social. “Acredito que a implosão do sistema político brasileiro possa desaguar em uma reforma com mais participação popular, com mais democracia.”





Fonte: Rede Brasil Atual

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais