Cultura

20 de abril de 2017 - 16h08

O mais famoso dos tangos completa cem anos!

Divulgação
Ao longo de seus cem anos, La Cumparsita recebeu mais de 1200 versões diferentes Ao longo de seus cem anos, La Cumparsita recebeu mais de 1200 versões diferentes

Reconhecido como um dos mais populares tangos do mundo, a melodia foi apresentada pela primeira vez em 19 de abril de 1917 pela orquestra de Roberto Firpo, no Café La Giralda, famoso recinto que à época reunia intelectuais e políticos locais.

A obra composta pelo uruguaio Matos Rodríguez foi gravada por orquestras e formações de todas as épocas, ao longo destes cem anos, e se transformou numa espécie de hino mundial do tango. Para o músico e compositor Jefferson Sandes, pensar na La Cumparsita é dizer “isso é nosso, é uruguaio”.

A partitura original recebeu arranjos de Carlos Warren. Posteriormente de Roberto Flippo que também acrescentou quatro compassos de tango conhecidos como “la gaúcha Manuela” e “Curda Completa”.

Ainda que tenha sido criada originalmente sem letra, apenas melodia, a peça se espalhou pelo mundo e ganhou versões em diversos idiomas, entre eles japonês, inglês, italiano, guaraní, quéchua, vietnamita e português.

Foi no Café La Giralda, frequentado por intelectuais e politicos, que La Cumparsita foi executada pela primeira vez 
Com 1200 versões diferentes catalogadas, especialistas calculam que trata-se de uma das canções mais interpretadas de diferentes formas na história da música.

Ao longo destes cem anos, La Cumparsita, transcendeu a cultura pop e se destacou em vários momentos. John Lenon a interpretou improvisadamente em 1967; Orson Orwells a usou durante uma transmissão radiofônica do livro A Guerra dos Mundos, além disso, foi executada em mais de 350 programas de televisão mundo a fora e integrou a trilha sonora da saga Herry Potter.

Ouça uma versão de La Cumparsita e em seguida uma de Cambalache, porque um tango a mais sempre vai bem!




Do Portal Vermelho, com Telesur

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais