Brasil

30 de março de 2017 - 14h21

Ijuí: Fórum Permanente da Mulher comemora 10 anos

Adriano Daltro
Rosane Simon representa a União Brasileira de Mulheres no FPM/Ijuí

Em 2007 aconteceu em Porto Alegre o Seminário de Combate à Violência que Começa em Casa. Este seminário tinha como objetivo a efetivação da lei Maria da Penha. A presença de militantes de Ijuí fez com que este evento fosse o marco do que viria a tornar-se o Fórum Permanente da Mulher. Após um período de mobilização de militantes e de entidades, em 2008 era assinado o protocolo de intenções do FPM, no Anfiteatro da praça da República.

Para comemorar o aniversário de 10 anos, um ato foi realizado na noite de quarta-feira (29), no anexo do restaurante da Sociedade Ginástica de Ijuí, com uma homenagem às mulheres que contribuíram com a caminhada do FPM. Adriane Hanke, coordenadora do fórum, abriu o evento. Para ela, o aniversário é mais uma oportunidade de reflexão sobre a opressão histórica de gênero. “A luta das mulheres passa pela igualdade e tem este aspecto inadiável que é a luta contra a violência, mas passa também pelas mais variadas questões, tais como as brincadeiras infantis segregacionistas ou os preconceitos arraigados na sociedade”.

Adriane ressaltou a importância de uma educação e orientação adequadas, voltadas para a igualdade de gênero como base para termos uma sociedade com adultos tolerantes e fraternos para com as mulheres e novamente lembrou da pouca participação das mulheres nas instâncias de poder e na política. “Temos poucas mulheres decidindo questões relativas a sociedade. O ponto de vista das mulheres deve ser considerado. A igualdade de gênero não é modismo, precisa ser vista por todos como uma premissa indispensável”, pontuou.

Lúcia Otonelli Crescente, uma das fundadoras do FPM e homenageada neste ano com o Troféu Mulher Cidadã pela Câmara de Vereadores de Ijuí, representou seu lado poeta e complementou a noite de festa e homenagens recitando poesias, entre elas “Mulher Cidadã, Ijuí Cidadão”, poesia escrita para a homenagem recebida no legislativo. “Nossa história e luta demonstram que as mudanças são possíveis e necessárias e o fazer juntos, o trabalho coletivo devem ser princípios e fundamentos da mudança que queremos”.

Em seguida foram homenageadas as ex-vereadoras Helena Stumm Marder (PDT), Rosana Maria Tenroller (PT), Rosane Simon (PCdoB), a vereadora Alexandra Lentz (PDT), a ex-primeira dama Gessy Ballin e a primeira dama Jussara Heck.

Rosane Simon, representante do SindiComerciários e da União Brasileira de Mulheres, recebeu a homenagem de Adriane Hanke. “Tenho a honra de ser uma das fundadoras do FPM e quero dedicar esta homenagem a todos e a todas que no seu dia a dia, na sua caminhada de vida, nos ajudam nesta tarefa de emancipar a sociedade”, agradeceu. Rosane Simon ressaltou que todos os que lutam por uma sociedade sem violência merecem homenagens e falou sobre o momento de crise da democracia e de retirada de direitos “O momento não nos permite parar de lutar e o FPM não descansará da luta para retomar os direitos do povo e das mulheres”.



Rosana Tenroller recebeu a homenagem da Delegada Jocelaine de Aguiar. “Dedico esta homenagem a todas e a cada uma que luta pelos seus direitos. Muitas mulheres lutadoras dedicaram e perderam suas vidas para estamos aqui. Não chegamos onde estamos por acaso. Nada nos foi dado de graça”. Rosana também se referiu ao momento de ataque a democracia e aos direitos do povo. “Em todos os espaços vamos dizer sempre: nenhum direito a menos! Nem para as mulheres nem para a sociedade”, concluiu.

Helena Stumm Marder, que também é uma das fundadoras do FPM, recebeu a homenagem de Silvia Adriane, representante da SUSEPE. Agradeceu lembrando que esta é a primeira homenagem que recebeu em sua vida política e pública. Homenageou a mãe, “uma mulher simples e batalhadora” e cumprimentou um homem, o ex-marido. “Um homem gentil e que agiu sempre com respeito. Este é um tempo e um comportamento que queremos que volte, porque hoje é o inverso: no lugar de proteção, gentileza e respeito, há a agressão”, afirmou.

Alexandra Lentz foi homenageada por Sonia Burtet, representante do Conselho Municipal da Mulher. “Parabéns ao trabalho lindo desenvolvido por todas e todos e que mostra também o quanto Ijuí se destaca nesta luta, com várias entidades trabalhando juntas de forma voluntária. Um trabalho feito com amor”.

Gessy Ballin foi homenageada pela representante da Coordenadoria da Mulher, Ângela Marchionatti. “É um momento de muita emoção. Há 10 anos atuava como diretora de escola e fui convidado para participar do Fórum. Quero agradecer ao FPM, porque sempre tive apoio, atuando como primeira dama, em todas as nossas ações. Tivemos nesta caminhada muitas conquistas, como a criação da sala de espera. Tenho muito orgulho e carinho por esta homenagem que dedico a todas as mulheres”.

Jussara Heck recebeu a homenagem de Joice Nielsen, representante da Unijui. “Como professora e educadora fiz uma caminhada com muitas mulheres, especialmente no programa de mulheres do meio rural. Atuando como primeira dama, trabalhamos pela ascensão, cidadania e qualificação de inúmeras mulheres. Divido esta homenagem com todas as pessoas que trabalham conosco no gabinete”.

Encerrando o ato, os representantes das entidades presentes foram convidados a renovarem sua participação no Fórum, simbolicamente pendurando camisetas personalizadas em um varal, mantendo o apoio ao Fórum Permanente da Mulher de Ijuí. As camisetas foram colocadas a venda, e os recursos arrecadados entram para o fundo de apoio à entidade.





Sec. Comunicação PCdoB/Ijuí

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais