Brasil

18 de março de 2017 - 13h48

Florestan Fernandes Jr aponta interesses ocultos dos EUA no Brasil


Linha de produção de frigorífico brasileiro Linha de produção de frigorífico brasileiro
Três concorrentes brasileiros incomodavam os EUA: Petróleo, Empreiteiras e industria de Embutidos (salsichas, presuntos, linguiças etc).

Por Florestan Fernandes Júnior, em seu Facebook

Nos últimos anos várias empresas desses setores se transformaram em multinacionais e operavam fortemente na América Latina, Africa, Asia e até nos Estados Unidos.

Desde 2015 essas empresas brasileiras estão sendo varridas do mercado internacional através de investigações por fraudes e corrupção.

De gigantes voltaram a ser anãs.

Agora entendo o sentido da frase de Obama quando disse que o Lula era o cara. Era o cara que comandava o país a ser alvejado. Éramos penetras na festa dos ricos.

Operávamos com a mesma desenvoltura para ganhar licitações como fazem as grandes do mundo: Siemens, Alstom, Bombardier, etc.

Todas investigadas recentemente, mas preservadas e trabalhando normalmente, inclusive aqui no nosso país em obras como a do metrô.

Uma pergunta me intriga: será que todo esse estrago na economia brasileira foi orquestrado lá fora?


  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais