Movimentos

13 de março de 2017 - 17h04

Reforma da Previdência marca 12º Congresso da Contag 


Contag
   
Nesta semana, mais de 2 mil pessoas irão avaliar as ações realizadas pela atual gestão, eleger a nova Diretoria da entidade e aprovar as resoluções que darão os rumos para os próximos quatro anos.
 
A abertura política acontecerá às 19 horas desta terça e contará com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de outras personalidades, como o secretário geral da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Leonardo Ulrich Steiner, do presidente da Central dos Trabalhadores e TRabalhadoras do Brasil (CTB), Adilson Araújo, de parlamentares, de delegação internacional de entidades parceiras da América Latina, de representantes das organizações do campo unitário e do cooperativismo solidário da agricultura familiar, entre outras.
 
Na manhã da terça-feira (14) acontecerá um ato de celebração do Dia Internacional da Mulher e, em seguida, uma análise de conjuntura internacional e nacional com o diretor técnico do Dieese, Clemente Ganz Lucio, com a professora e educadora popular Socorro Silva, e com a coordenadora do movimento “Auditoria Cidadã da Dívida, Maria Lúcia Fatorelli.
 
Na tarde de terça-feira e na quarta-feira (15) serão realizados os debates dos grupos de trabalho, focando nas grandes temáticas da agricultura familiar, como reforma agrária; políticas públicas para o campo; soberania e segurança alimentar; relações de trabalho no meio rural; meio ambiente; participação de mulheres, jovens e terceira idade; comunicação popular; formação político-sindical; entre outras.
 
Na quinta-feira (16), será o dia da Plenária final, onde serão aprovadas as resoluções da categoria para a Gestão 2017-2021 da Contag. Neste dia também será apresentada a chapa para a nova Diretoria da Confederação. A eleição acontecerá no último dia, sexta-feira (17).
 
A expectativa da Diretoria da Contag é de realizar um grande congresso, reunindo toda a diversidade brasileira, inclusive na atual conjuntura do País. “É um momento desafiador para os agricultores e agricultoras familiares. Vivemos um período de retrocessos, de retirada de direitos, de continuidade da seca no Nordeste, de enchentes no sul, de recessão, e a agricultura familiar está sendo bastante impactada. Pretendemos fazer grandes debates durante o nosso Congresso, de escutar a base e de definir os rumos para a próxima Diretoria da Contag. Que tenhamos um bom Congresso!”, destacou o presidente da Contag, Alberto Broch.





Fonte: CTB e Contag

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais