Cultura

13 de fevereiro de 2017 - 15h48

Com investidor secreto, filme sobre a Lava Jato custará R$15 milhões


Divulgação
Cena do final do filme com Ary Fontoura e Antonio Calloni que interpretam Lula e o delegado Igor Romário de Paula Cena do final do filme com Ary Fontoura e Antonio Calloni que interpretam Lula e o delegado Igor Romário de Paula
O diretor Marcelo Antunez jura que a história, contada a partir do ponto dos investigadores da PF, será “imparcial” e busca fazer um registro do início da Operação Lava Jato até o dia em que Lula foi retirado de casa por agentes federais para ser levado a prestar depoimento.

A superprodução que contará com a participação de atores globais, entre eles Ary Fontoura no papel de Lula, custará R$15 milhões e não teve a identidade dos investidores revelada. Segundo o diretor, foi para “protege-los” deste “Fla-Flu” que virou o país.

Houve boatos de que a prisão de Eike Batista, em janeiro deste ano, teria paralisado os trabalhos no set, o que levou a crer que ele seria o “banco” por trás da obra, mas o diretor nega veementemente: “ele nunca chegou nem perto do filme” e orgulha-se em dizer que a obra não tem um centavo do dinheiro público.

Alguns atores envolvidos no elenco já foram divulgados. Além de Ary Fontoura, Marcelo Serrado interpretará o juiz Sérgio Moro, Flávia Alessandra dá vida à delegada Erika Marena e Antonio Calloni será o delegado Igor Romário de Paula, um dos mais destacados da operação. Boa parte da estrutura do set, como aviões, helicópteros, armas, carros e uniformes foram cedidos pela Polícia Federal.


Do Portal Vermelho, com agências

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais