Cultura

27 de janeiro de 2017 - 16h43

Sense 8, um devaneio adolescente sem sentido


Divulgação
Sense8 pretende ser uma ode ao multiculturalismo e à diversidade. Mas o resultado é uma série que, ao pretender ser muita coisa, torna-se infantil e sem sentido. Sense8 pretende ser uma ode ao multiculturalismo e à diversidade. Mas o resultado é uma série que, ao pretender ser muita coisa, torna-se infantil e sem sentido.
A série mostra a história de cada um. Diferentes culturas pulsam ao redor de cada personagem. Ação policial, criatividade, emancipação, drama, glamour, frieza, eficiência, violência, preconceitos, tradições etc. Mas acima de seus contextos e mesmo vivendo em distantes pontos da Terra eles desenvolvem uma conexão e chegam a intervir nas vidas uns dos outros.

A produção moderna e caprichada é, certamente, um dos principais atrativos da série. A rápida transição entre extremos do planeta dá a sensação de que o mundo é um corpo, com suas células integradas e em constante movimento.

É legal uma série mostrar várias culturas no mesmo patamar, biotipos tão diversos e também a diversidade sexual, um dos seus principais temas.

Pode ser até bonita a ideia de que o ser humano está acima das diferenças regionais, sociais, geográficas e culturais. Mas não acrescenta em nada à compreensão da vida real, do mundo concreto, material, com limitações a serem concretamente superadas.

Esta comunhão cósmica, colocada em uma obra como superação dos problemas, parece mais um escapismo, um devaneio adolescente para um mundo que dispensa fronteiras, burocracias e formalidades.

Sense8 pretende ser uma ode ao multiculturalismo e à diversidade. Mas o resultado é uma série que, ao pretender ser muita coisa, torna-se infantil e sem sentido.

Sense8

EUA, 2015
Direção: The Wachowskis, J. Michael Straczynski
Elenco: Doona Bae, Jamie Clayton, Tina Desai, Tuppence Middleton, Max Riemelt, Miguel Ángel Silvestre, Brian J. Smith
Duração: 45 min

Assista ao trailer da 1ª temporada:



*Carolina Maria Ruy é coordenadora do Centro de Memória Sindical

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais