América Latina

11 de janeiro de 2017 - 9h33

Conselho de Segurança da ONU analisa processo de paz na Colômbia


AFP
Os guerrilheiros das Farc já estão entrando nas zonas de transição para abandonar as armas e ingressar na vida civil Os guerrilheiros das Farc já estão entrando nas zonas de transição para abandonar as armas e ingressar na vida civil
Este mês o Conselho é presidido pelo embaixador da Suécia na ONU, Olof Skoogal. O diplomata abriu a mesa de trabalhos destacando que normalmente as missões em territórios de conflito são difíceis, mas na Colômbia o processo tem sido positivo.

Segundo Skoogal, um dos principais temas a ser debatido na reunião é o acompanhamento da missão da ONU e o mecanismo tripartite do monitoramento e verificação do cessar-fogo e deixar armas dos membros das Farc.

Logo que foi assinado o acordo entre a guerrilha e o governo, os guerrilheiros se comprometeram a deixar as armas e ingressar no processo de transição para a vida civil. Este acontece nas chamadas “zonas de transição”, sítios espalhados por todo o país onde há pessoas de diversos países comprometidas com a fiscalização deste processo sob a supervisão da ONU.

Para acompanhar este processo a ONU destacou 450 observadores internacionais, destes, 280 já estão em atividade na Colômbia.


Do Portal Vermelho, com Telesur

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais