Brasil

9 de janeiro de 2017 - 12h40

Nicolás Maduro anuncia aumento de 50% do salário mínimo na Venezuela


Efe
De acordo com o presidente, este é o quinto aumento no período de 12 meses. A medida busca proteger o trabalhador diante da economia do país que enfrenta uma grave crise De acordo com o presidente, este é o quinto aumento no período de 12 meses. A medida busca proteger o trabalhador diante da economia do país que enfrenta uma grave crise
Durante seu programa semanal de televisão, o chefe de Estado afirmou que este aumento salarial é o primeiro do ano, mas o quinto que ordena nos últimos 12 meses, acumulando um aumento anual de 536%.

Neste período se aprofundou a crise econômica na nação petrolífera, com uma disparada inflação que fechou 2015 em 180,9% e se aguçou em 2016.

Maduro detalhou que estes 40.638 bolívares também serão recebidos por todos os aposentados do país, mais de três milhões de pessoas segundo dados do governo, e que o aumento de 50% será aplicado em toda a escala salarial dos funcionários públicos.

Também antecipou que nos próximos dias subirá o valor da unidade tributária e, em consequência, aumentará o montante do benefício de alimentação mensal que está atualmente em 63.720 bolívares.

A partir deste mês de janeiro, quando se tornará efetivo o aumento decretado por Maduro, milhões de empregados do setor público e privado na Venezuela terão direito a uma renda integral de 104.358 bolívares por mês, equivalentes a cerca de R$ 495)


Do Portal Vermelho, com agências

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais